Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMIGOS! ONDE ESTÃO?

A vida parece cruel, mas é entre estes altos e baixos a gente aprende a conviver, a superar muitas coisas.
Somos cercados de Amigos, as vezes temos vergonha de dizer que gostamos deles e reclamamos quando enchem nossa caixa de e-mail com mensagens aparentemente sem nenhum significado.
Nunca me importes e nem me preocupei demais com meus Amigos, pois sempre vivi rodeado por muitos deles que ficavam maravilhados com meu jeito de ser.
De repente meu mundo mudou. Mudei de endereço, fui viver sozinho e foi aqui que me dei conta quanto os Amigos fazem falta nestes momentos. Como sinto saudade da caixa de e-mail cheia e que agora está vazia. Como sinto falta daqueles papos legais que antes me enchiam a paciência. Agora, entre quatro paredes, vivo eu e a minha solidão, a minha saudade, a minha ilusão.
Grito por ajuda, mas eles não me ouvem. Choro de dor, mas eles não me consolam. Olha na janela, mas eles não vêem me ver. Abro a caixa do correio, mas está vazia. Ligo a televisão e vejo aquela multidão, mas eu estou só.
Quando eles me elogiavam, mandavam mensagens, eu ignorava porque pensava que estavam mentindo. Hoje estou só, ninguém diz que gosta de mim, se gosta do meu trabalho, se sou inteligente. Apenas meu patrão vive dizendo para trabalhar mais e mais. Que saco!!!
Nesta solidão aprendi que a vida precisa ser contemplada de todos os lados e que os amigos são alicerces que nos sustentam para uma vida mais animada e feliz.
Pela primeira vez em 20 anos, fui capaz de pegar uma caneta e um papel e escrever uma carta, fazendo uma declaração de Amizade e dizendo que estou só e preciso de meus Amigos, porém, não sei se alguém vai ler e vai se sensibilizar com essa minha história, com essas minhas palavras.
Sei que meus amigos sempre foram mais compreensivos e delicados quando se tratava de amizades sinceras e reais, porém podem ter cansado da minha chatisse e não querem nem mais ouvir falar o meu nome. Espero que eles lembrem de mim, ainda que seja nos seus sonhos, pois eu perdi a vontade de sonhar...
Como eu queria ter Amado mais as pessoas enquanto estavam ao meu lado, não soube aproveitar esta oportunidade...
Me perdoem e me ajudem quando não tiverem mais nada para fazer, pois sei que não digno de vossa atenção, eu, que vos ignorei tantas vezes.
Amigos(as)!
Vivam essa aventura enquanto vocês tem os Amigos(as) ao vosso lado. Enquanto vocês estão rodeados deles.

Com saudade... eu, que não soube ser Amigo!

História baseada em fatos reais;
Hermes José Novakoski
Enviado por Hermes José Novakoski em 17/06/2005
Código do texto: T25169
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hermes José Novakoski
Marituba - Pará - Brasil, 35 anos
477 textos (375375 leituras)
1 áudios (83 audições)
2 e-livros (440 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:43)
Hermes José Novakoski