Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ARQUIVOS CONFIDENCIAIS DE UMA AMIZADE

Nada me impede de admirá-lo
e embora, houvesse um impedimento cósmico,
eu estou convencida que a mesma energia,
que o torna tão digno de admiração,
impelisse-me, para mais ainda, admirá-lo.

Sei que tua delicadeza de coração,
suaviza as paisagens de minha vida,
que se tornou infinitamente rica,
depois do reconhecimento de nossas almas...

Minha concepção de possibilidades humanas,
alargaram-se diante de tua presença de céu,
também, meu desenvolvimento intelectual e moral,
foram acrescidos de tua energia...
E tanto que contribuístes para iluminar o meu caminho,
que me fizeste lembrar, de que dentro de mim
havia o universo natural da poesia.

Tua influência na minha jornada,
não foi um impulso de momento,
que perde com o tempo a força, o ritmo...
Mas, um suave estímulo agindo com total liberdade,
com uma iniciativa espontânea,
dizendo-me: “Eis-me aqui, com a minha fiel amizade”.

Portanto, meu amigo, viver segundo a razão,
consiste em transpor barreiras formidáveis.
Por exemplo: o tempo, o espaço, e a sociedade.
Considerando o tempo,
sou quase duas décadas mais jovem que você
e no entanto, parecemos ter a mesma idade,
porque somos crianças encantadas,
com a natureza de nossos sentimentos
e fascinadas pela magia do encontro...
Quanto ao espaço, somos de realidades diferentes,
nasci num país tropical, com o panorama de intensa beleza!
Onde as dificuldades ampliam-se, quando a situação é desfavorável.
Já você nasceu num País europeu...
Mas, a mais forte de todas as barreiras
é provavelmente, a das convenções...
Pois, há cobrança de poder e de níveis avançados
e eu sendo uma pessoa humilde,
de natureza simples, nada tenho a ver com o mundo das qualificações.
Porém, você me acolheu em sua intimidade,
levando em conta, apenas as minhas qualidades.
E por isso, me fez esquecer,
de todas as distâncias e silêncios,
que movem nossa cumplicidade.
Para apenas me fazer recordar,
de que somos no universo da Grande Harmonia,
seres livres, dotados de incontestáveis possibilidades!
Agora mais do que nunca,
considero você, parte de minha própria PAISAGEM!
 
Fim desta, Cristina Maria O. S. S. – Akeza.

Muito Obrigada por escolher esse humilde texto! Deus lhe proteja sempre!
Akeza
Enviado por Akeza em 05/11/2006
Reeditado em 17/03/2015
Código do texto: T282985
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Akeza
Canavieiras - Bahia - Brasil, 55 anos
2367 textos (403235 leituras)
59 áudios (108005 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:44)
Akeza