Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O OLHAR POETICO

Por mais feias que sejam as coisas, elas poderão modificar-se,
se as olharmos com um olhar poético...
Osculos e amplexos, poéticos, claro...
Marcial

O OLHAR POÉTICO
Marcial Salaverry

O que poderá ser esse "Olhar Poetico"... Não é apenas o olhar que um poeta dá para o mundo e as pessoas. Isso seria o "Olhar do Poeta".
Olhar Poetico, é uma maneira de olhar a vida, saindo um pouco da realidade nua e crua. É uma maneira mais ou menos romantica de viver a vida, não se atendo apenas à praticidade e imediatismo das coisas.
É ter a capacidade de sonhar um pouco, de saber "sentir" certas belezas que uma alma prática não sabe ou não quer ver. É olhar um por do sol com os olhos da alma, não se limitando a constatar que é mais um dia chegando ao fim. É entender que a chuva, se está molhando nosso corpo, e estragando uma ida à praia, também está molhando os campos, dando melhores condições de vida às plantações.
É vital para nossa alma, que saibamos usar o olhar poético para ver as coisas práticas. Assim a vida poderá adquirir uma tonalidade melhor, poderemos ver as coisas com a alma, esquecendo um pouco a fria praticidade com que sempre somos brindados por todos. É importante que nossa alma conserve o olhar infantil com que as crianças vêem o mundo, sem preconceitos, sem manias ou maneirismos. O olhar adulto começa a observar diferenças sociais, raciais e fisicas, o que o olhar infantil, ou mesmo o olhar poético não capta. E viver a vida com esse enfoque desprovido de preconceitos, de orgulho, de "eu sou mais eu", nos permite, com toda a certeza, ter uma muito melhor qualidade de vida, pois nos sentiremos com a alma mais leve, e principalmente, com uma melhor aceitação para possiveis adversidades que possamos sofrer.
Sabendo aceitar certos defeitos e certas diferenças de nossos semelhantes, aceitaremos melhor as nossas também.
Saberemos melhor nos desvencilhar de problemas, se esquecermos esse frio olhar adulto. Se na vida precisamos ser racionais, podemos sê-lo, sem contudo, esquecer que a vida é uma poesia, é um milagre que deve ser bem aproveitado.
É entender que a alma capta coisas que fogem à fria razão. Claro é que não podemos ser apenas sonhadores avoados, esquecendo de certas leis de sobrevivência. Mas podemos suavizar um pouco essa realidade. Dar ao vermelho de certos fatos, uma tonalidade rósea, suavizando seus efeitos, minimizando os defeitos.
É saber ver que todos temos direito à vida, e que não é lícito prejudicar pessoas, apenas por prazer ou espírito de vingança. É saber enxergar o outro lado das pessoas, e não apenas que nossos olhos vêem.
Ter um olhar poético enfim, é ter capacidade de perdoar, e saber ser perdoado, de amar e ser amado, de saber ver que até mesmo um pé quebrado tem seu lado bom (poderiam ser os dois...).
É, finalmente, entender que tudo na vida tem dois ou mais lados, e saber encará-la sob todos os prismas.
E, com um olhar poético direcionado para a Paz, desejo-lhe UM LINDO DIA.

Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 22/08/2005
Código do texto: T44271
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 77 anos
19856 textos (1962855 leituras)
3 áudios (855 audições)
6 e-livros (2134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:06)
Marcial Salaverry