Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

    AMIGOS NÃO SE INVENTAM


Tu bens sabes o tanto, e o quanto o bem te cabe, não há como se negar o valor do bem que vale, amigo é tesouro, não há fortuna no mundo com quê se compre ou tão bem lhe pague.

Ora direis, pondo-te a  perguntares! Porque tanto dêsvelo raro!

E eu vos direi: saibas, é de amigos sinceros, respeitosos, de espírito iluminado, de coração leve, de peito aberto, do bem-querer de quem vos falo!
 
Jamais duvide da força fraterna amiga, da força motriz que move o mundo, que move a vida.

Conquanto, assim, haja por vezes um Proteu, um Pagão-Patife, um Ateu, d'alma jamais a chama apagará o altruísmo do mito humanista de Prometeu.

Amigos não são apenas sêres ou cousas efêmeras, amizades de interesses futéis, rajadas clarões fugazes de uma mesa de bar, frívolidades e casualidades de um único só dia.

Amigos, amigos que são amigos são amigos na mesa do bar e na lida da vida também. Amigos é querer a amizade fortalecida; é querer o bem comum do próximo sem qualquer interesse que a anteceda. É ter cuidado e cuidar, é ter atenção.  

Amizade é sentimento que não se despreza, que não se inventa, que não se trai e que não se alicia. É chama viva. É família, é respeito pleno, absoluto, é ética, é virtude que se rega, que se alimenta no eterno amor de todos os dias. 

Destarte, nesse natal, no natal próximo de um único dia onde se celebra o nascimento de nosso senhor Jesus Cristo salvador, filho de Deus Pai Onipotente, Onipresente e Oniciente com a virgem Maria, do Espírito Santo e da Santíssima Trindade, que aos cristãos anuncia o nascimento do messias ao mundo as boas novas para todos os séculos e séculos amém, rogamos em prece a Deus que os homens de boa vontade se confraternizem todos os dias, cultuando a paz, o amor, a união, a liberdade, como é o amor por nós de Cristo Jesus todos os dias. Um permanente natal dos amigos de sempre, seja na tristeza ou na alegria, na saúde ou na doença com quem se possa contar, e assim só então valerá a pena dizer-se sem temor de errar, sem engano, que realmente valeu e vale a pena viver na graça de Deus, como também o ser amigo, o ser confraternizar com os verdadeiros amigos, não só no natal de um único dia.
 
E cônscios saber, de que podemos ter, de que podemos ser, de que podemos, sobretudo, querer ser na vida terrena fazer valer o verdadeiro espírito cristão da bondade, da paz e do amor sublime, da fraternidade, da beleza e da alegria do natal que não se reconhece nos outros 364 dias e seis horas do ano. O natal de Jesus Cristo, o evangelho, o pão nosso espiritual de cada dia, e de todos os dias.

Louvado seja Deus. Amém!  

SERRAOMANOEL - SLZ/MA - TRINIDAD - 02.11.2007.

serraomanoel
Enviado por serraomanoel em 02/11/2007
Reeditado em 03/11/2007
Código do texto: T721015

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
serraomanoel
São Luís - Maranhão - Brasil, 57 anos
1502 textos (158828 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 03:45)
serraomanoel