Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Conversando ...

Eis me aqui novamente, e não podia deixar de vir para externar minhas opiniões.
Este é um site de livre acesso, cada um dos que aqui estão externam o que sentem, e não acho justo que outros critiquem ou se quer desfaçam de ninguém.
Acho muito estranho e de extremo mal gosto alguém ter a petulância de querer dirigir o sentir dos outros, e pior ainda querer impor regras a esse sentir.
O site tem suas próprias regras definidas, o dono do site ou seja o Patrick já cuidou desse detalhe, não acho de bom tom terceiros se acharem no direito de criticar alguém.
Não entendo esse jogo de vaidades e muito menos de competição.
Noto que há "guetos " se formando dentro do Recanto, o que julgo não ser nada bom para ninguém, como já disse anteriormente não almejo nada, somente escrevo e este espaço para mim é puro lazer e não competição.
Visito varias paginas quando tenho tempo disponível, os textos que me agradam eu comento o que não me agradam não o faço, não faço porque não seria educado criticar alguém em seu jeito de pensar ou sentir, e se não tenho algo de bom para deixar para essa pessoa prefiro não deixar nada, respeito o sentir de cada pessoa, não ofendo e nem tento ensinar a ninguém como sentir.
Como já disse este espaço para mim é lazer e não competição e muito menos demonstração de vaidades, quando escrevo, escrevo o que vem de dentro de mim sem me importar se será lido ou comentado simplesmente escrevo do meu jeito de como sinto.
Respeito não se aprende ou se tem ou não se tem, antes de apontar ás falhas dos outros olhe para você mesmo e reconheça ás suas falhas, e se não tiver algo de positivo para dizer para uma pessoa fique de boca fechada, não magoe aos outros gratuitamente, um dia alguém fará isso com você, porque você está lhe dando o direito de fazer, não queira dar aulas de como sentir, o seu sentir é diferente do sentir dos outros.
Respeite o sentir de cada um para que o seu sentir possa ser respeitado.


CUIDADO COM SUAS PALAVRAS, ELAS SÃO DARDOS DESFERIDOS QUE PODEM VOLTAR PARA VOCÊ.


Beijos "ÐäMå Ðë ÑëG®ö"


***
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 27/12/2005
Reeditado em 27/12/2005
Código do texto: T90819

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146152 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:39)
Dama De Negro