Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Depoimento do amor

Família unida. Filhos, genros, noras e netos unidos na convivência do amor. Cinqüenta anos de casados para o exemplar casal. Comemoração justa, feliz. Afinal, uma grande conquista.

Uma biópsia na esposa indicou, no entanto, uma cirrose hepática. Justamente ela que nunca esteve enferma. Exames constatam hepatite do tipo "B". Quando descobriram, não havia mais remédio. Embora o tratamento imediato, tudo em vão...

Porém, os caminhos de Deus são sábios. A família toda pode receber, através da enferma, as dádivas da harmonia e da serenidade pelos lábios da própria mãe e esposa querida. Com muita serenidade, no dia da comemoração das bodas de ouro, já hospitalizada, reuniu a família. Decidida, amorosa, confiante, pediu aos amores de sua vida que permanecessem unidos. Já ciente de que a enfermidade era irreversível, falou aos filhos, genros e noras que procurassem viver uma vida de amor, através da compreensão, da tolerância, da união, do respeito, mútuos...

Declarou, na presença de todos, que sempre tinha vivido em plena harmonia, não só consigo, como especialmente com todos que com ela conviviam. Emoção viva, forte, incomparável.

Por fim, dirigiu-se ao marido. Pediu que tirasse sua aliança. O marido, embriagado pela emoção, perguntou o que deveria fazer. Ela respondeu: - Guarde-a, em palavras vindas do coração, pois a ti pertence. Pois para onde vou não vou precisar dela..., declarou.

O depoimento espontâneo, cheio de sinceridade e suavidade, amor e emoção de quem ama, calou a todos. Fez pensar que como uma mulher como aquela, valorosa pela vida exemplar que viveu, forte até nos momentos em que teve a oportunidade de reunir a família pra praticamente despedir-se, poderia encontrar tanta força e serenidade? Como poderia lembrar, naquele momento, de deixar um testemunho daquela grandiosidade? Só mesmo alguém que tinha servido a Deus, nos deveres com a família, com tamanha magnitude poderia dar mostras de sua generosidade.

Naquele dia, o sentimento da família toda foi mesmo de muita gratidão pela felicidade de conviver com tão nobre criatura.

Por nossa vez, diante de tão belo testemunho de amor e confiança em Deus, a admiração e o nosso respeito. Afinal, são estes exemplos de vida que dignificam nossa condição humana.
Orson
Enviado por Orson em 27/01/2006
Código do texto: T104562
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Orson
Matão - São Paulo - Brasil, 56 anos
298 textos (94348 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:59)