Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOCÊ NÃO ENTENDEU

 
 
 


           VOCÊ NÃO ENTENDEU
        Glácia Daibert
 
 
 
Não sei ... como isto aconteceu!
Porque fui te amar.
Eu que sofrí tanto
e que tinha prometido nunca mais amar.
Mas você apareceu... e tudo em mim mudou,
ilusão!!!
 
Em você eu só via amor, mas o que recebo!
sòmente carícias escondidas.
Nós ao passarmos um pelo outro
fingimos não nos conhecermos,
sentindo uma vontade louca de gritar...
 
Ontem eu reclamei carinho mas,
você não entendeu
ou não quis entender.
Talvez você não sáiba
(nunca procurou saber)
o quanto sou sozinha,
como tenho sêde de amor
como anseio pelo leve toque
de suas mãos em meu rosto.
 
Você não entendeu... e nunca entenderá
julgando-me fria e calculista.
Minhas noites são vazias
ao contrário das suas.
 
Procure no silêncio do seu quarto entender
o por que gosto de tí.
Não quero que me julgues leviana
por ter correspondido ao seu olhar,
depois a tuas carícias...
foi desespêro da solidão
e uma vontade louca de ser protegida.
 
Guardarei todo o amor e
 um dia te direi tudo o que sinto.
Encontrarei em você a paz
que sempre negara-me
por isso posso dizer...
 
como você é importante em minha vida,
mas procure diminuir minha solidão.
                                       
GLÁCIA DAIBERT
Enviado por GLÁCIA DAIBERT em 18/04/2006
Código do texto: T141159
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GLÁCIA DAIBERT
Uberlândia - Minas Gerais - Brasil, 63 anos
108 textos (25266 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:30)
GLÁCIA DAIBERT