Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu Preciso de Você

Quando você chegar trabalho venha me beije como  antigamente.
Ao sentarmos à mesa para jantar, não fique calado.
Quando eu quiser fazer amor, se você estiver cansado
demais,não se recuse demasiadas vezes, nem fique
impaciente, não ironize nem diga que  " até que durou muito" o seu desejo por mim.
Mas que seja  cálido como foram anos atrás.
Se não puder converse, afinal temos uma vida junta.
Por favor, não se interponha entre mim e nossos
filhos, mas sirva de ponte entre nós.

Quando me distancio, me distraio demais ou porque
demonstro saudades, não me humilhe, dizendo que
estou insuportável, procure saber os motivos.
Se não quiser saber os motivos, dê-me tempo,
sem ficar ofendido.
Que quando eu estiver conversando com um amigo seu,
não faça um gesto de enfado dizendo
“ Essa “você já me contou umas mil vezes”.

Que você consiga perceber quando estou preocupada
com trabalho,e seja calmamente carinhoso, sem me
pressionar ou enganar.
Quando eu precisar ficar um pouco quieta, não diga que
meu silêncio é falta de amor pela vida ou por você.
A minha vontade de fazer amor ainda não terminou.
Procure dentro de você e verá que meu amor ainda existe.
Que mesmo longe eu continuo pensando em você.
Ajude-me há não deixar o tempo, os trabalhos, os
sofrimentos e o peso do cotidiano, perder o jeito
terno que tanto me encantou e que eu te encantei.

Que eu não sinta que me tornei desinteressante ou
banal para você.
Por favor, procure entender que eu também posso ter
momentos de fraqueza e de ternura, desarmar-me, me
desnudar de alma, sem medo de ser criticada ou censurada:
Seja meu parceiro amante, não meu dependente e nem
meu juiz.
Cuide um pouco de mim como sua mulher amante, mas
não como empregada, mãe, amiga ou para apenas seu
prazer nas suas vontades.

Sei que erro, falho, esqueço, me distancio, me fecho
demais, ou o machuco consciente ou inconscientemente,
saiba-me chamar de volta  com aquela ternura que só
em você eu descobri, e desejo que nunca se perca, mas
me contagie e me torne  mais feliz, menos solitária,
e muito mais humana.

Descubra que ainda te amo,
mas... se você descobrir que
já não mais me ama, deixe-me!!


Texto dedicado ao meu marido.
Musica: Eu preciso de você
Cantora: Maria Betania.


                 
Cida Janes
Enviado por Cida Janes em 11/07/2006
Reeditado em 29/12/2006
Código do texto: T191790
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (" HISTÓRIAS REAIS DE MINHA VIDA ". Solicito manter meu nome no final do texto. Obrigada). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cida Janes
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil, 51 anos
89 textos (54387 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:21)
Cida Janes