Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MARIA

Você aguardava o seu nascimento, ainda no ventre da sua mãe e já dava demonstrações da sua personalidade, determinada, firme, às vezes até teimosa, com pressa de realizar a passagem para o mundo real, provocando repouso absoluto para a mamãe te acalmar, ganhando tempo para garantir uma vinda sem turbulências.
Quando você finalmente mostrou a cara e veio completar a família ficamos muito felizes, eu, mamãe e seus irmãos te recebemos com muito carinho e amor.
Desde pequenina você exigia atenção especial, todos, sem exceção sempre estava atento e procurando por você, isso a fazia muito feliz e em hipótese alguma você permitia ser contrariada, sua reação para o nosso desespero era chorar até perder o fôlego, ficando roxa e nos torturando de preocupação, até o dia em que um médico nos convenceu de que se tratava de manha, que deveríamos ignorar e a tratar normalmente, como os seus irmãos, sem qualquer exagero ou exclusividade.
Eu sempre tive muito orgulho de você, sua espontaneidade, sua inteligência, sua beleza, seu modo carinhoso e amoroso de me tratar, quando quer é claro, existe um outro lado, seu lado mais rústico, de revolta, próprio no adolescente, principalmente aquele que vive dificuldade com a família, o que felizmente não é o seu caso.
É muito comum nas famílias pais não se entenderem com filhos e ao contrário, o importante nessas condições é que haja um canal aberto para a comunicação freqüente, sincera e respeitosa entre as partes, nada que uma boa conversa não resolva, na maioria das vezes se trata de picuinhas, que tanto para um como para o outro é incomodo, gerando problemas no relacionamento.
Intimamente penso que não existe nenhum obstáculo entre a gente, nos entendemos, mesmo aos olhos de terceiros não parecendo, entre nós há harmonia, de um modo muito especial nos damos bem, mais como amigos que como parentes, ignoramos a hierarquia de família, nos tratamos iguais.
Se você não é plenamente feliz procure se perguntar por quê. Se ao obtiver a resposta confirmar o meu envolvimento nesse seu sentimento, de coração, quero desculpar, conscientemente não me passa pela cabeça essa hipótese, sempre te amei, se tenho sido rigoroso em demasia é porque me preocupo com o seu futuro e entendo que o mundão não perdoa. Você tem que estar preparada para viver bem e principalmente se relacionar bem com as pessoas.
Quando a batizamos o padre achou estranhíssimo o nome TIARA e a batizou com o nome MARIA.
Meu amor, você é muito especial para mim, o meu maior desejo é te ver feliz, busque a felicidade, ela existe e se acomoda dentro de você. Vamos ser felizes?

vladis.fernan@globo.com
 

 

Vladis
Enviado por Vladis em 20/07/2006
Código do texto: T198415
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vladis
Matão - São Paulo - Brasil, 57 anos
143 textos (61771 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:17)
Vladis