Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEM MEDO DE SER FELIZ (08)

As palavras
caminharam no sentido da poesia
simplesmente, para dizer:
que o amor não possui
esta ou aquela fantasia,
em tudo é verdadeiro
e se faz livre,
apenas para a comunicação da harmonia.

As poesias entoaram a mais linda melodia!
Somente para fazer perceber:
que o sentimento sempre reconhecerá
toda grandeza da supremacia.
Amar é celebrar o dom da vida
nos atos de justiça e de bondade
e com o passar do tempo,
firmar paisagens de sol
na luz da alegria
e no oásis de toda verdade.

As palavras ganharam a face do céu
contemplando às vezes e a voz da eternidade
e fixaram nas estrelas o seu arco-íris de paz,
para que o ser em tudo na vida
se sinta, sobretudo capaz!
                         
As poesias brilharam
sobre o oceano da inteligência
e fizeram o ser pensar
na capacidade que tem a essência.
A vida brindou cada gota de orvalho na fé,
abrindo corações
compreendeu que para o amor,
Deus criou o homem,
o pensamento e a mulher.

Palavras deveriam ser sempre poesias,
vivendo no topo da claridade.
Homem,
pensamento e mulher só poderiam ser:
caminhos no encontro
para a felicidade!
 
Fim desta, C. Santos.
Akeza
Enviado por Akeza em 15/08/2006
Reeditado em 17/06/2011
Código do texto: T216717
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Akeza
Canavieiras - Bahia - Brasil, 55 anos
2367 textos (403136 leituras)
59 áudios (107998 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:43)
Akeza