Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Hermann Hesse
"Pode o homem a tudo imitar, pode falsificar tudo no mundo, menos o amor. O amor não se rouba, o amor não se imita. Fonte de arte habita ele apenas no coração que sabe entregar-se por completo".

O Amor...

Ah! O amor... Sentimento méleo, puro, singelo... Amor que Deus distribuiu em semente nos corações dos Homens em que, em alguns corações Floriram e em outros corações Secaram...

Amor dos casais, o encontro de almas que é tão raro de se encontrar, raro de acontecer. Amar é ter a mesma sintonia é saber que coração e os olhos são os mensageiros.

Amor que tem a nobreza do espírito, gentil como a natureza, leal como um cão, feliz e inocente como uma criança, lindo como oceano. Amor que tem os aromas perfumados da flor, livre como um pássaro e eterno mesmo após a morte.

Amor amigo e companheiro, amor em que todos os óbices são pequenos e superáveis. No amor verdadeiro há amizade, diálogo, trocas de gentilezas e, compreensão. Não há nada factício, não há preconceitos de raça, cor, idade, religião. Quando se é verdadeiro é puro.

O amor é leal, sincero, não arde em ciúmes, não há insegurança em nenhuma da partes, porque confia. O amor não pode ser edificado no ciúme, no egoísmo, na mentira. Tem que haver trocas em que cada um ceda um pouco, onde um ajuda o outro no seu crescimento interior.

Não adianta querer ser amado se não souber amar. Quem não evolui e não se deixa evoluir não cresce, não impede o outro de crescer interiormente, deixa o amor aprofundar e criar raízes. O amor tem que ser simples e ao mesmo tempo rico de virtudes é imprescindível que seja saudável. Quando nos momentos difíceis ou tristonhos, que o outro esteja por perto confortando com palavras de entusiasmo e esperança.

Que não haja disputa de posses e poder, quem ama realmente, é livre e deixa o outro ser também, a vulgaridade no amor verdadeiro não existe. Quem ama aceita o outro como é, e quem é amado muda seus hábitos sem que a outra peça. O amor verdadeiro não conhece a distância, pois mesmo estando distante a comunicação é etérea, está sempre presente nada os separa. Se na hora de altercar, que não tenha orgulho ou vergonha de ser o primeiro a pedir perdão mesmo estando certo.

Que amor seja feito de sonhos e realidades, que caminhe entre as nuvens e o chão, que haja a luta de ambos por uma estabilidade, pela harmonia, pela paz. Que o sexo seja uma benção do firmamento onde as duas almas possam se encontrar para as trocas de energias, que seja um dá e um receber constante.

Amar, encontrar alguém quem o ame dessa forma, pode ser difícil. Alguns podem até pensar ser impossível, que tudo é um sonho, que é uma utopia; que é muito bonito e que a realidade é outra, que ninguém consegue amar e ser amado assim, mas tenho certeza que esse sonho de amor pode ser real quando acreditamos.
 
Deixar de acreditar é o mesmo que matar as esperanças dentro si, pois em algum lugar não importa onde, esse mesmo amor estará sempre a nossa espera. Ter amor há dar, querer ser amado, nos ajuda a viver nos traz força, nos tornamos criativos mesmo com a falta desse amor que ainda não chegou.

06/09/2004

SBernardelli
Enviado por SBernardelli em 20/08/2006
Reeditado em 28/07/2009
Código do texto: T221074
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SBernardelli
Caraguatatuba - São Paulo - Brasil
912 textos (289925 leituras)
25 e-livros (11513 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:20)
SBernardelli