Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desabafo de minha alma...

Sei que muitas vezes, devemos nos silenciar
diante de nossas tormentas! Mais senti necessidade
de falar de mim e de ti, meu amor!
A cada momento pergunto ao meu coração,
porque ele sofre tanto?
Amar é simplesmente ser feliz!
Olhar a natureza, o universo com segurança e
muita paz...
É estar de bem com a vida, sem deixar
que nada atrapalhe ou interfira em nossas
vidas!
Não é ficar, como eu estou...
Te sinto tão presente e tão ausente de mim!
Será que não entendes, que o meu sentimento
é real?
Que ele vibra em meu sangue, enlouquecendo-me dia a dia?
Quando vais enchergar, que o que sinto é forte
e não tem como evitar?
Olhe ao teu redor e veja se não tem a
minha sombra junto de ti!
Acredito que não sejas tão ingênuo, a ponto
de ainda não ter percebido este grande sentimento!
Ele é óbvio e transparente...
Não tenho o porquê de o escondê-lo.
Prefiro gritar para que todos saibam,
saibam a dor de não ser compreendida!
Queria estar em seus braços e estou
aqui me lamentando...
Queria estar te beijando e estou aqui
chorando.
Abra os seus olhos e veja a extensão
deste meu "amor".
Mesmo que não queiras, pelo menos
aceite-o.
É o sentimento mais sincero que já tive
em minha vida!
E hoje me desabafo, para sofrer menos...
Seria tão simples, se o ser humano
não complicasse tanto!
Ao invés de amar, eles procuram
se machucar ainda mais...
Entenda que foste tu, quem arrebatou
meu sofrido coração!
Não te peço muito, apenas que acorde
e perceba o quanto gosto de você!
Quem sabe quando isto acontecer,
um pouco de mim estará voltando a viver?
Por favor, acorde e perceba o quanto eu amo
você!
Izabel Silveira
Enviado por Izabel Silveira em 29/07/2005
Reeditado em 29/07/2005
Código do texto: T38696

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Izabel Silveira
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 58 anos
41 textos (3420 leituras)
3 áudios (237 audições)
7 e-livros (408 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:25)
Izabel Silveira