Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como esquecer um amor?

O amor está partido em mil pedaços dentro de mim,
Não sei o que fazer para tirar essa tristeza do meu coração,
Estou vivendo o momento mais triste e mais difícil de minha vida,
Por tanto tempo percorrir caminhos a procura de uma alma pura e especial,
Para aprender a amar e
Para dividir com ela o meu mundo,
E eu a encontrei,
Quando via aquele belo sorriso se abrir,
Brotando como uma linda flor ao amanhecer, num dia de primavera...
Confesso que nunca tinha visto semelhança beleza.
Achei, um ser supremo, maravilhoso, de grande beleza e perfeição,
Meus olhos nunca cruzaram com uns tão lindos olhos,
Mãos que me conduziram ao paraíso, com tamanha maestria,
Meus lábios nunca tocaram, lábios tão doces, doces como mel,
Como fruta fresca,
Minhas mãos jamais imaginaram tocar tão bela face,
Face que mistura alegria e timidez,
Um conjunto de grande beleza e simpatia que eu nunca
Pensei encontrar em alguém,
E que encanta a todos que te conhecem
Te conheci numa noite fria e nebulosa, e você veio pra me aquecer
Você chegou pra iluminar não só a minha noite, mais a
Minha vida triste e solitária
Que maravilhosa sensação percorrer as estradas do teu corpo,
Como quem busca a felicidade
Fui as estrelas, percorrir oceanos, subi aos céus
Quando te tive em meus braços
O inevitável aconteceu, me apaixonei por você,
E desci as profundezas do inferno.
Quando te perdi
Com a mesma rapidez que você entrou na minha vida
Você sai dela,
E deixou muitas marcas em mim,
Hoje me consolo com o mar, que molha o meu rosto e se confunde
Com as minhas lágrimas,
Tento fugir, mais tudo me lembra você,
Esperança! é o que ainda resta em mim, e sonho com um dia que você venha
Pra mim, e diga que me quer do mesmo jeito, que te quero,
Agora choro, por tudo que agente não viveu...
Quanto mais tento te esquecer, não tem jeito
Mais cravado em mim você está!
Hoje eu não te tenho ao meu lado, mais deixei um
Pedaço do meu coração com você
E o que sobrou em mim, chora pela saudade causada pelos poucos
Momentos de felicidade que passei ao seu lado.
Agora vivo das lembranças, que restaram daquele maravilhoso amor.

Poema dedicado a Luis Carlos o anjo da minha vida.
Aryana
Enviado por Aryana em 21/08/2005
Reeditado em 21/08/2005
Código do texto: T44093
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aryana
Salvador - Bahia - Brasil, 32 anos
30 textos (53273 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 22:47)