Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Flor Mais Bela!

Entre vidas e pelas janelas,
vi a flor mais bela.
Mas a flor mais bela,
não se cabia de convencida que era!

Flor da minha vida
que desabrochou no meu jardim.
Deixa de ser convencida;
e volte correndo para mim!

Meu jardim nunca mais sorriu
desde o dia que você partiu.
Minha alma está vazia
como a floreira em que você vivia.

Flor mais bela que deixou minha janela,
virou semente e foi para outro lugar.
Queria de novo te semear
bem em minha janela.

Tu que foste minha flor,
na minha infancia de amor.
Agora sedes minha alegria.
Vem desabrochar e fazer companhia.

E vindo novamente desabrocar,
alegra a vida minha e de minha janela.
Para mim diz que vai ficar
e para a janela, que não fica sem ela.

Promete que deixará eu te cuidar
e à minha janela, que jamais vai nos deixar.
Deixa de novo eu te regar
assim, a minha vida volta a se alegrar.

E enquanto pela janela eu puder olhar,
serei feliz por poder te encontrar
bela, formosa, colorida a enfeitar
a vida de uma pobre alma que agora quer descançar.
Quirino Cochi Júnior
Enviado por Quirino Cochi Júnior em 07/09/2005
Código do texto: T48311

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original! - Obrigado!!!!!). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Quirino Cochi Júnior
Lençóis Paulista - São Paulo - Brasil, 47 anos
27 textos (2622 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:28)
Quirino Cochi Júnior