Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ACREDITE NO SEU AMOR




Desistir do inútil é imoral, bem de tudo anormal, quando desistimos daquilo que não tentamos, apenas observamos sem reagir, até persistir em uma única ocasião, andando por caminhos transfigurados, parando na contramão.
A dúvida atormenta, bem como alimenta a negativa daquele que desistiu, ditando coisas nobres, quando observava o amor sincero.
Não podemos brigar por aquilo que gostamos, inventando idéias novas que nós mesmos planejamos.
Não entendo a vida por não conhecer a mim mesmo, talvez seja bobagem ou ilusão, o importante é o amor não importando a ocasião.
Passe o ponto final, atravesse o meio e chegue ao começo, não dizendo que é mesmo e sim prestando uma gratidão, onde aqueles que opinam não merecem atenção, por não conhecer o não, não distinguindo o que não é certo ou não informado, e sim ditando um breve relato que para muitos se tornam chato, sem saber, amar talvez não haja explicação para aqueles que não querem entender, que dias melhores virão, quando olharmos o céu, com firmeza e sem rancor e tristeza, vendo cada ponto a brilhar, o caminho a percorrer, muitas formas a conquistar.
Os caminhos são muitos, mas a luz reflete numa só direção entre correntes magníficas, buscando expressão entre o belo e o infantil, entre as idéias e o imutável, entre o correto e o sublime e muito mais, por que há sempre quem diga jamais, essa palavra obscura para aqueles que não entendem o futuro e sim o mero passado, aonde o fracasso corrompe a pessoa que não teve um coração cicatrizado.
Oh doce bela do jardim, talvez jasmim, rimando com aguaria, te vi pela janela, não pude me expressar, meus olhos fechando, com aquele relato de sono, um pouco cansado talvez, como diria um sábio chinês, que o amor vai passar por aqueles não possuidores de fé, não sabendo o que é, apenas ditando explicações interrogativas, problema resolvido por um mal absolvido, por razões óbvias que todos conhecem, pois vive bem aquele que não guarnece a forma de amar, apenas ri por assim estar, comparado a uma ilusão que se transforma em realidade, quando acreditamos no coração relato que merece explicação em volta a multidão, aonde quem não fala é digno de atenção, por gestos sinceros e  simplificados, dúvidas passadas erguidas sobre o vento, por quem tem força de dizer a verdade a uma pessoa próxima sem pensar no que vai acontecer, não pensando no presente e sim no amanhecer de um belo dia ensolarado, meio tapeado, onde quem se declara é louco.
Louco é quem não se comunica, pois o amor eis de crescer sobre a mão de um ser comum, igualado a qualquer um que com perseverança percorre a estrada da vida sem desanimar, buscando seu caminho por fatos expostos ao chão, sem atenção combinada sobre a forma amada, pensei em descansar mas foi em vão, pois tudo se pode quando se tem um coração.

saints
Enviado por saints em 13/10/2005
Código do texto: T59381
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
saints
Mogi das Cruzes - São Paulo - Brasil, 36 anos
32 textos (3622 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:38)
saints