Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O amor que enlouquece

O amor que enlouquece!

Meu pensamento esta sempre a devorar você.
Quero teus beijos, que me ascende.
Que provoca meu corpo. Que emite sinal.
Enlouquece a alma. Dispara e alucina.

Seu corpo nu, colado as vestes. Marcando
A presença dos mamilos a explodir.
Uma explosão de começo, começo de sensações
É as delicias do estarmos próximos.

Quero a ti penetrar mesmo em pensamento.
Este ato me alucina cada vez mais.
A marca deste coração apaixonado.
Em chamas de prazer

Fica como louca suspensa no ar.
Inverte se posições há loucuras.
Seu corpo você se entrega, em todos os níveis
E explode ainda mais à vontade de amar

Grita e há gemidos da dor do prazer.
O prazer da fêmea.
Que a mim suga as ultimas energias.
E o corpo se resguarda. Para de novo começar
É você uma delicia de amante e companheira.


ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 23/08/2007
Código do texto: T619751
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4085 textos (159757 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 13:08)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA