Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O sentido de amar

O sentido de amar.

Se há magoas originadas do amor.
Vamos procurar compreender.
Que a vida não nos dá aquilo que
escrevemos.
E muito menos o que prescreve:
Nossos pensamentos e sonhos.

Isto que esperamos são distorcidos.
Alterados. E muitas vezes.
Concretizam. E muitas vezes se apagam.
O que temos que fazer resignar.
Ou então caminhar no sentido.

Em sentido da vida com argumentos
Capazes de realizar os sonhos.
Que deverão ser reinscritos.
No caminho e na agenda da vida.

Livro próprio à agenda.
Deve ser complementada.
Jamais rasurada. As rasuras são o tédio
da vida.
A pagina seguinte sempre aberta.
E aquele sonho se realiza

Dos amores. Da vida. Aquilo que buscamos.
Na época e no momento certo
De cima os Deuses dirão:
O teu tempo. O teu sentido.
O sentido de amar.
Porque é o espaço o tempo e a vida
a ser vivida.
Viva, viva amando.

“O amor nada mais é que uma
amizade inflamada”
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 01/09/2007
Reeditado em 01/09/2007
Código do texto: T634196
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4102 textos (160059 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 17:41)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA