Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LVI - A FELICIDADE - (rir ainda é melhor.)


****** Nós só conseguiremos a serem realmente felizes. 
Quando a gente conseguir a rir de nós mesmos*********....
/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/

POR AMOR


Amamos as vezes por necessidades
Nós, nada e ninguem escolhemos
Somos escolhidos

Ao acaso do amor
E no instante sem o saber.
Estamos presos a ele,
E a dor se tentamos esquecê-lo
Nunca!

A busca pelo sorriso.
Pela lagrima, que muitas vezes,
Nos seduz fortemente,
Nos olhares, que conquistam,
No corpo que eterniza
Nos lábios que inferniza

As palavras, os carinhos
Aos amanheceres juntos
Por amor simplesmente.
Por tudo este teu amor..
Te amarei...no além da vida

"O amor e o desejo são as asas
do esprito das grandes façanhas
"
elio386565@hotmail.com

/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/**/*/*/*/*/*/**/*/*/*/*/
Falando de amor.


Eu estou aqui. Neste momento. Sozinho, a pensar na vida. Nas oportunidades que se perde. Os seres humanos, que em vez de se promover o dialogo.
Provoca a desarmonia, A guerra interna. Que não leva a nada.
A não ser a morte. Não a morte física, mas a morte da alma.
Aquela que leva ao desespero. O despero de não se ter aonde ir. E muitas vezes nem o que pensar
É salutar viver. E como é feliz quando se tem alguém, do outro lado, que lhe diz. Oi bom dia, boa noite, Estou feliz.
Feliz em lhe falar, feliz em saber que você pode me ouvir.
Pode às vezes dizer uma palavra que não sirva para mim, neste instante. Às vezes me fere. Fere porque meus sentimentos estão voltados para alguma coisa. Que sem pensar eu estou cometendo um equivoco.
Eu quero progredir, eu preciso ir, o que importa, é estar ligado as pessoas que podem e de certa forma vem me ajudando a ser gente. Gente como alguém, alguém que vejo. Passa por mim às vezes observo.
Nada de anormal, Olhar para os outros. Ver que a atitude às vezes nos faz pensar. Estarão certos. Não sei. E talvez dia nenhum eu teria esta resposta. Porque na plenitude de nós só haverá como resposta.
O nosso eu, aquele que diz. Eu preciso seguir eu preciso amar. E disto que preciso. Mas às vezes com o egoísmo louco, Deixamos de amar as pessoas que mais estão dispostas a nos.
Será que um dia estará preparado, e nossas mentes estarão voltadas para aquilo que Deus pregou com tanta veemência. Ame e deixe que te amem
.
/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/**/*/**/*/*/*/*/*/*/*
Quando não nos encontramos


São doces,
As maravilhas.
Repletas de malicias
De nossas caricias, do nosso amor.
Há desespero, angustia.
Quando não nos encontramos
Nos entregamos nestes instantes
Sem censura, sem limites.
Vamos aos pontos de cainho
Os dois em extremo entrelaçamento
De corpos de almas
Nossos sexos se buscam
Aconchegam-se. Explodem-se.
Tremem todas as estruturas.
Não há tempo, só há silencio.
Silêncio que fala.
È tanta emoção, tanta confusão.
De mente de envolvimento
Tantos movimentos, tantas expansões.
Que não se define!
Só se nota ao amanhecer
Na cama ao desalinho, lençóis a deriva.
Um só travesseiro.
E muito amor vivido.

“O amor é um conflito entre nossos reflexos
e nossas reflexões”
****************************************

Se há flores, lembrem-se os espinhos estão escondidos.

É preciso vislumbrar
No fundo do túnel.
Da imaginação.

Lembrem-se aqueles momentos se foram.
Mas não para sempre. Estão memorizados.
Guardados no túnel! Sei que é martírio.
Estas recordações.
È preciso recordar. Pois os que se foram.
Precisam desta solidariedade.
A nossa eteno lembrar.

Nas flores. Entendamos que a beleza.
Poderá nela estar escondido o espinho.
Que nos ferirá. Mas nada tão grave.
Como a terrível saudade de você.
E dos momentos felizes.

O eterno lembrar de você.
Eleva a vida.

*********************************************

Não esqueço.

No pensamento. Na minha alma.
Eu carregarei você.
Sempre em bons pensamentos.
Como sempre te esperei e te espero.

Com você estarei sempre ligado.
Em todos os meios e fins.
Eu a procurarei.
No meu intimo ligado.

Meu carinho estará sempre.
A ti entregando.
Meus abraços para você.
Em todo instante.

Não esqueço. Não limito
Tempo, espaço. Palavras
A ti... Não esqueço você.

Viva para a vida.
Vivo para você e não esquecerei.


****************************************

Amor Iv

Queria! Num dia, você visse minha alma.
Com certeza a paixão você visualizara
E o amor a resplandecer.
E a espera infinita.

Que nos conduzira a magia e a alegria.
Veria que nós e a natureza sorrimos.
Mesmo quase perdida e em destruição.
Veria que te amo, e muito mais que a vida.

Sou tudo com você! E vivo e viro ninguém
Quando não me falas
Por isso te amo.
Quero-te e te espero.


Haverá sempre uma flor entre as pedras
E neste espaço, haverá uma vaga para.
Que outra floresça.
****************************************
Amor III

Há sempre uma pedra para que eu tropece,
E também sempre uma rosa par eu lhe ofertar.
Tenho a coragem de novamente levar lhe flores
Rosas vermelhas.

Naquele lugar, o lugar especial que você se.
Integra, Este ambiente nosso ninho. O ninho
Perfeito para nosso amor. Mesmo co a espera
Incessante.

Da agonia das horas, da guerra travada.
Entre o tempo e a vida de nós e mais nós e
O mundo conseqüente.
Onde muitos o julgam erradamente.

Para você meu amor, amor e mundo que.
Construirei mais feliz.
Mas haverá sempre espaço entre as pedras
Para florescer as rosas e outras espécies de
Flores para eu lhe ofertar.

**************************************

Amor II

Minha amada meu amor, os vão passando.
A tormenta a angustia, precisamos estar.
Juntos. Antecipe, fuja porque?

Não se faz como outrora, quando tudo era.
Fácil e tudo se dava um jeito.
Com o peso dos anos. Mais difícil.
Como. Criemos espaços para nós.
Nós dois e o mundo. O mundo e nós.

Comunique-se, divulgue, nossas idéias.
Idéias felizes.Cravadas no tempo e na
Saudade.Das manhas de sábado. E dos tempos

Entenda, haverá espaço, haverá um dia.
Que seremos nós e não eu e você
Mas não deixaremos que a pedra detenha
O nosso caminho
E terei sempre rosas a lhe ofertar.

*************************************

Em dois e a dois (Nosso amor)

É magia, é amor e é loucura.
Nós. Achega-se a mim. Parece que os tempos.
Os caminhos que eram tortuosos.
Escuros ao nosso redor, se abrem, e claro ficam.

A nossa paixão, o nosso amor nos trouxe.
Trouxe você e eu a você. Num lance.
Relance e muito mais. Loucos.
É o perder da razão.
E firmar se nela mesma.

No abraço a descoberta, No beijo.
A angustia, e muito mais desejo.
De se permanecer ligado.
O céu existe. A magoa deve ser perdoada.

Teu corpo devora. Meu corpo espera.
Você é quase loucura, Eu extremo.
Despi-se e a mim também.
Nos amamos. Nos deliciamos.
Em dois e a dois. Em nosso amor.

Porque partir.
Para que fugir, Pois amar.
É estar assim a dois a dois.
Meu mundo e nosso mundo.

Talvez amar alguém seja o único ponto de
Partida para tornar nossa a nossa vida.

***************************************
Este aqui amor.

É irregular, e incompreensível, é determinante.
A paz que trouxestes a mim.
Incontida a alegria.
Meu pensamento a fluir. A imaginar.

Tua presença, solicitada.
Pensada, esperada e agora realizada.
O corpo a alma pede socorro.
Pede paz mais uma vez. Pede alegria.

Vejo teus lábios, sedentos buscam.
Teu corpo se treme, seu corpo se entrega.
Fixo algumas imagens. Ânsia.
A ti quero encostar.

Meus pensamentos.
Minha alma solicita. Você. A mim.
Paixão, loucura. Estas aqui.
Tua presença. Minha vida.

Um momento não é tudo. Mas você e tudo,
Em um só momento.

**************************************
Amor em alta tensão.

Teu corpo esta a me chamar
Clama que o meu esteja perto, perto de ti.
Quer e busca meu calor assim se percebe.

Pode. Venha! Traga este corpo para meu corpo.
Nestas quatro paredes realize seus desejos.
E neste corpo satisfaças todos os seus desejos.
Extraia dele todas e tire todas suas fantasias.

Seja muito mais que mulher
Somos eu e você e então.
Seja até profana, seja insana, seja companheira.
Seja acima da normalidade.
Delicie no meu sexo.

Explode-se em delírios. Também em gemidos.
Se esbalde dos meus desejos.
Tenhas orgasmos contínuos.
Tesão, paixão, emoção e amor em alta tensão.

**************************************

Este teu olhar.

Quando passo. Estas sempre a me olhar
Não consigo decifrar.
O que nele contem

Se estas a fazer me convites.
Ou às vezes a me odiar.
É o mistério que fica

Estes olhos. Este rosto.
Encobrem este olhar a me agoniar
A me provocar.

Eu quero esse olhar a me seguir.
Eu quero esse olhar a delatar-me
Preciso entender.

Não passe por mim.
Este olhar. Este rosto. Este corpo.
Olhar que me fala.
O que quero ouvir.

No entanto!
Decifrar. A minha maneira
Diga-me. Que retratas teu olhar.

****************************************
Na saudade-

Aprende-se e cedo
A viver de saudades.
Suportar as ausências
E muito mais fazê-las ponto de
Sustentação.

Não há necessidade de gritar.
Há sim a necessidade de suportar.
De transferir sentimentos.
De negativos, ruins para o lado positivo.

A saudade!
Quer dizer bons momentos.
Se houve bons, houve vida.
Faça disto o passaporte para a realização.
A volta possível.
Ou então a esperança.

Na saudade. Na verdade.
Na solidão. Aprende-se que a dor.
Dor da ausência sentida
Do amor lembrado.
E do perdão que não concedemos.

Vamos viver na saudade.
E em pensamento perdão.
E no futuro reconciliação.

*************************************

A magia e o amar


Temos alguns sentimentos que nos conduz a esquecimentos.
Que falam de nós, que matam a nós, sem ceifar nos a vida.
Qual precisa ser analisado, reiterado, imaginado e nem sabemos.
Eternidade não. Vida a conquistar talvez.

Busca mostrar uma repleta harmonia entre ser e alma.
Espíritos e amantes. São lindos desejos, que adormecem.
Acorda-se. E busca o entendimento e magia e o amar.
Na simplicidade dos sentimentos.

Nada se planeja. Nada se estrutura. Sim o acontecer.
Tudo se torna formas. Formas sucintas do bem querer.
Só quando se pede não se vá. Não se vá.
Ai os sorrisos, a paz e o amar.

À volta, o pensar em não mais se afastar.
Vem o momento, o sonho.
As realidades e verdades.
Da vida, de não pensar em mais nada.
E simplificando a existência.
Nestes braços e abraços. Neste lugar.
A vida. O encantamento e magia de amar

***************************************

Sozinho na multidão

Estou sempre a esconder. Esconder de mim mesmo.
Escondo das lagrimas. Tento ocultar meu ser.
Sentimentos que evito consentir a mim mesmo.
Que nada o tempo não deter. Não finda.

Na multidão vertigens.
No meio da avenida um rosto, um cabelo, fito.
Olhos, olhares. Vejo você em todos eles.
Chego a pensar na loucura. Uma insanidade! Amor.

Nos jardins me confundo. Rosa arvore comum.
Palmeiras paineiras, não, não vejo neste meio.
Teu rosto. Teu corpo.
Do amor, da verdade, que criei.
Você permanece num além

Tua paixão me envolveu. Coibiu meus pensamentos.
Cerrou para sempre meus olhos.
Fez me pensar nada mais nada mais.
Que você.
Que procurarei sempre. E sozinho na multidão.
Volta.

Dias que tive a certeza de que jamais voltava.
Noites que me desesperei. Ao pensar.
Momentos que não pude conter.
Lagrimas que de mim rolaram.

No entanto. Volta. Para cumprir os sonhos.
Aquelas duras realidades. Que aos poucos.
Tomam formas. Tornam verdades.
Em síntese são ditas e explicadas.

A minha frente. A mim. A angustia.
Que termina. E que outra começa.
A de não deixá-la ir.
De também não fugir

Há medo.
Medo dos encargos de vida.
Dos encontros da vida.
O que faz da volta um desejo.
Desejo de nunca mais ter volta.

Nunca lamente uma ilusão perdida.
Pois não haveria fruto se a flor não caísse.

************************************

Retorne o tempo

Se um dia? Pensar.
Não pense, deixe e mude para o amanha.
O hoje não foi feito para pensar
Em esquecimento.
Tente, não lembrar,
Tente amar busque no intimo
Retorne o tempo.
Faça a reprise dos momentos.
Abra o arquivo que esta esquecido.
Como se teu coração fosse um computador
Naquele arquivo com meu nome
Com minha alma, cravada em suas lembranças.
Não quero te prender.
Não quero é te esquecer.
E meu amor não me esqueça.


“Tudo que e boa dura o tempo necessário para
Se tornar inesquecível”

****************************************
Ver teu rosto minha amiga

Queria sentir, queria poder, queria ainda,
te ver. E ainda se estremecer,
teu corpo que não conheço,
E na suavidade, na talvez quase
angustia dos meus desejos loucos.
Ver você, teu rosto,
teus beijos,
te ver. A sentir, o tremor de minhas
palavras, ao dizer
seu nome
que bom se pudesse
tê-la
um dia,
nos meus braços e nos meus abraços
e te sentir
como a grande! Grande!
Companheira, que se eterniza
ainda mais nesta mensagem.


***********************************

RECORDAÇÕES


Deste nosso amor!
Que provoca os mais loucos e
quentes momentos
Que aqueceram a nós e ainda
A nossos corações apaixonados.
Sempre incorporados à união
De laços, de braços, de abraços.
De o doce entrelaçar de nossas pernas
Com um envolver de emoções e pavores.
Como uma doce aventura de paixões•Entre e fora das quatro paredes•Acima e muito ale, fora da cama.
Nosso amor, nosso só nosso!
Nossos corpos suados, cheiro de amor.
Dos momentos experimentados
Dos lábios enternecidos, e uma explosão.
De paixões e sexo. De enlaçados corpos.

****************************************
No silêncio da noite

É sempre o mistério. E sempre a agonia.
A agonia de não ter você.
A magia de não poder ficar com você
No dia na noite. Há migalhas.

Esta migalha salpique de momentos.
Que memorizo e muitas vezes eternizo.
Na doce imagem e no silêncio da noite
Que busco você em sensações.

É o louco sonhar, e o louco amar ao
longe.
É preciso ainda entender. Que vejo tua
presença.
Vivo mesmo sem tê-la momentos de
ternura.
E no silêncio da noite.
Eu sonho com você.

Neste silêncio nesta agonia
Eu a espero.

**************************************


O imaginário e o amor.


Preciso estar neste lugar.
Preciso ser muito mais.
Amante do que homen
Superar as expectativa
Transportá-la a um lugar imaginário
que flutue.

Um paraíso perdido. No universo
deste corpo.
Que transborda e transporta o
prazer
Quero explorar, quero viver neste
corpo sedutor.

Nos orgasmos freqüentes e sem
simulação
A minha participação.
Com nossas promessas e nossos
encantos do tempo.
O tempo da espera.
E hoje faço tudo para ti. Meu amor.

***********************************
Preciso não chorar

Silencio-me! Não me envolvo.
Sinto-me pálido, me angustio.
Reparo nas coisas, nos espaços.
Quero o querer, quero ser verdade.
Preciso não chorar, nem sentir.
Uma dor, dor que destrói.
Destrói os comandos da razão
Do amor do coração e da tranqüilidade•Da alma•Que chora o silêncio, que ama a liberdade.
Sempre acontece, as duvidas, o perder você.
Seu amor. O fazer chorar.
Estarei em duvidas, mas quero estar contigo.
E para nunca mais chorarmos.
Pela distancia, pela saudade, pela falta dos
carinhos.
**********************************

Ama se em verdade.

O ninho de amor.
A cama, onde se dorme.
Não se dorme
Deita-se, se apaixona mais.

As ordens expedidas
Os corpos se aconchegando
Ama-se, em verdade.
Há prazer a chegar

Ficam trêmulos,
Vencem-se, se explodem.
Os sentidos ficam sem sentidos.
Os prazeres aumentam.
Nos gritos.

A força do prazer.
A força do tesão
O sabor dos sexos saciados.

Explodem em delírios
Dos sexos, dos opostos.
Que se juntam.
Firmam-se no gozo.


Talvez amar alguém seja o único ponto
De partida para tornar nossa a nossa vida


**************************************

Ama se em verdade.

O ninho de amor.
A cama, onde se dorme.
Não se dorme
Deita-se, se apaixona mais.

As ordens expedidas
Os corpos se aconchegando
Ama-se, em verdade.
Há prazer a chegar

Ficam trêmulos,
Vencem-se, se explodem.
Os sentidos ficam sem sentidos.
Os prazeres aumentam.
Nos gritos.

A força do prazer.
A força do tesão
O sabor dos sexos saciados.

Explodem em delírios
Dos sexos, dos opostos.
Que se juntam.
Firmam-se no gozo.


Talvez amar alguém seja o único ponto
De partida para tornar nossa a nossa vida
************************************
Falo de rosas. Falo de você.

Falo de rosas. Rosas vermelhas.
Não falo de você. Falo de ti.
Ti meu desespero. Tu que busquei.
A procuro. Caminho. Na ansiedade.

A comparo. A vejo como as rosas.
Que brilham enfeitam.
A vida que precisamos ter.
É uma flor. É a rainha do jardim
O jardim de minha vida.

Esta rosa, esta vida! Você
Habitou meu jardim. Minha existência
E se foi. No tempo e na distância
Transferistes a vida. Que sonhei.
E sonhamos para outro além

Mas eu atendo o chamado.
Chame eu vou. Eu te espero.
Eu quero. Eu anseio.
Es uma rosa.
A florir na existência.

*************************************
Teus olhos


A sua frente estou.
Teu olho está a observar
Imagino o que querem dizer
Quanto pagaria para ter esta definição.
Julgo e penso estarem a pensar
Recordes os momentos de intenso amor•A pouco vividos•Insisto, desisto, e não paro.
Para ti corro.
A lhe abraçar.
A convidar, vamos nos amar.
Teus olhos, teus olhares.
Meu amor, minhas paixões.

“Amar alguém é ser o único a ver um milagre.
Invisível aos outros”.

***********************************

Palavras e esperanças

Há algum sentido. Há esperanças
Um mistério ao emiti-las.
Um grito ao escutá-las
Uma saudade ao representá-la

É forma de palavras e nada mais
É saudade que elas detonam
E comunicação.
E muito mais a expressão de vida

Expressão imagens que se perderam.
No tempo. Na vida.
Nos amores esquecidos.
E em especial nos amores revividos.

Palavras e nada mais. Sentimentos e razão.
Emoção e coração.
No silêncio. No coração.
Na verdade. E muitas vezes na coação.
São palavras.

Sorte a emiti-las.Desejos a angariar
presenças a reclamar

*****************************************


A mulher e o amor (Rotina)

Ela começa
Na manhã, ela vem sempre num sorriso.
Estampando a alegria.
Traz consigo do leito a tranqüilidade
Esta sempre bem consigo.

Sabe mais que ninguém.
O que dela esperam, a paz.
A harmonia no andar no expressar.
Sabe amar. E muito mais ser amante

Esta sempre em condições
De entregar seu corpo.
Seu espírito e seu amor.
Em disposição de ceder aos carinhos
Da pessoa que ama

Sabe ser mulher, ser mãe.
Amante, apaixonada.
Acredita, e muito mais ama.
Este amar, faz com que a ame.

A fiel acompanhante
O amor em dedicação.
Esta mulher ama.

A AUSÊNCIA AVIVA O AMOR E A PRESENÇA
O FORTALECE
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 07/09/2007
Reeditado em 09/09/2007
Código do texto: T642693
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4085 textos (159738 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 15:09)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA