Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Viver na eternidade.

Viver na eternidade
Num dia!
Numa tarde. O dia não me recorda.
As emoções não contidas.
As lagrimas que derramadas
Torna o coração menos sobrecarregado
Aliviou as tensões
Procuramos viver a intensidade
De nossos amores, de nossas paixões.
Das distancias:
Distancias do tempo,
Choramos pelo sonho do encontro
Ser realizado.
Concretizado. Marcando..
Nosso tempo de espera.
Quando e quando, sonhamos.
Destes momentos
Porque choramos tanto
Nos Adeus sem Adeus
Nos caminhos, que não percorremos.
Hoje. A realidade
Foi possível chorar, e choramos.
Foi preciso esperar.
Um sonho, uma realidade.
Por isto choramos.

ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 08/10/2007
Código do texto: T685224
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4085 textos (159752 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 18:14)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA