Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quanto esperei você

Quanto esperei você.

Amar você!
Foi fácil, fácil demais.
Nas manhas, na noite.
No caminho, na nossa vida.

Neste corpo, nesta alma.
Este sorriso, este ser.
Que me encantou. Que esperei.

Trazias na sua áurea a paixão.
O amor escondido.
A paz que precisava.
A magoa a esquecer.

Apesar da distancia
Que vivíamos, eu cobrava.
A mim presença. Eu buscava.

Os desejos incontidos,
As magoas esquecidas.
Hoje te vejo te quero.
A tenho a amo.
E nunca mais dizer adeus.

ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 12/10/2007
Código do texto: T691335
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4085 textos (159750 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 13:57)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA