Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nossas saudades. Nossas esperanças.


Nossas saudades. Nossas esperanças.

Olhos que ainda estão a chorar de tristezas
E que por alguns momentos ainda há saudades
Estando longe, muito longe de você.
Coração não aceita, coração grita.
Mas muitas vezes se desespera. Vai se a razão

Pelos momentos que se foram. Pelas divergências
Eternos instantes passados! Tão reais.
Agora na distância, parece que sem valor estou.
Mas há esperança e saudades. Mesmo que!
Frágil como uma criança..

Se o tempo me fará desistir, com certeza não.
Mesmo com esta distância. Suportarei pelo amor.
Imploro a lua ao sol a todos os efeitos da natureza
Que a traga para mim.. Hoje! Agora. Amanha.

Esta busca no tempo traz saudades que deteriora.
Nossos corações. É difícil momentos que se torna.
Impossível. Mas há saudades e há esperanças.
Te espero mesmo em saudades.




ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 13/10/2007
Reeditado em 27/03/2008
Código do texto: T693110
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4102 textos (160064 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 15:32)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA