Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AUTO-RETRATO...

Em meu modo de amar, há  paixão.
Hoje me encontro embebida de vontades, de desejos e há muito tempo, não sentia-me assim!  É algo tão gostoso, tão leve e tão intenso ao mesmo tempo,  que me faz  sentir plena, mesmo quando não experimento “de fato” o gosto do homem  amado...o sabor de seus beijos, o calor do seu abraço.
E ainda assim, o sinto bem perto, sinto o seu cheiro, porque  sinto uma paixão avassaladora, pulsar dentro de mim...
Faço planos e logo depois desfaço, pra em seguida, fazê-los de novo, como quem revisa um texto para que o mesmo, fique o melhor possível em toda a sua forma!
E dentro desses planos, está o de continuar  vivendo um dia de cada vez; e assim  vivo com alegria e esperanças. Alegria  essa, que nasce com algumas  expectativas, que em meu coração sutilmente, se instalaram; Acho um tanto quanto delicado pois sei, que criar expectativas, talvez não seja o melhor...quem sabe o melhor seja,  isto sim, tentar realizar os tais planos revisados e bem elaborados.
Mas, é que descobri que amo com paixão!
Amar com paixão, é como acordar pra vida...não pra vida no que diz respeito aos  problemas, as responsabilidades, aos compromissos chatos e as vezes, inadiáveis...mas "acordar pra vida" no sentido pleno da expressão...
Acordar pra vida e  para o  amor é inserir no  nosso mundo -alguem que  nos faça querer viver mais, cada minuto  com - e para  esse alguem.
É como acordar e ver o sol brilhando e ouvir o canto de aves , no anuncio de que mais um dia raiou, tendo a convicção de que o dia nasce, não apenas para passarmos  dez, doze, desesseis  horas desse dia,  fazendo tudo por fazer...e sim  para  sentirmos vontade de  cuidar  com afinco, dedicação, com prazer ...cuidar com "fervor",  de tudo o  que vier ás  nossas  mãos...e a isto,  chama-se paixão!
Isso porque a  paixão nos impulsiona a fazer as coisas, de um modo diferente.  E o amor nos faz sensíveis, e nos remete  ao mundo dos valores já por nós esquecidos...para que esses valores sejam resgatados, e  se eternizem em nós...em nossa alma...
A paixão  nos faz encontrar a porta de acesso á suntuosa  sala do amor. E quando andam juntos, se transformam na coisa mais gostosa, preciosa e importante  que  alguém possa ter para oferecer.
Penso que amor sem paixão, não me fascina! Acho até que nesses termos, acaba virando um tipo de amizade... tem-se apenas o sentimento da responsabilidade sobre o outro; aquela consideração, envôlta numa gratidão, e isso com o tempo torna-se pesado, sem graça, e tudo passa a ser feito mecanicamente! E ninguém suporta viver mecanicamente por muito tempo. Aliás, viver "mecanicamente"  é vida?  Acordar e fazer do proprio dia, um poço de tédio? ...ahh!...é como dizem por aí: "Ninguem merece" !
Por isso considero indispensável a paixão num relacionamento onde há amor. São duas coisas diferentes, mas que nescessitam estarem juntas, no mesmo pacote. É como se uma coisa,  sem a outra não fizesse o menor sentido.
A paixão nos deixa abrasados. Nos faz acordar e querer beber de uma água de um outro poço; não da água do "poço do tédio"...
A paixão nos faz amar de um modo completo e não pela metade, quando esta avassala nosso peito.
Creio que só nos sentimos completos quando damos e recebemos amor, tendo o prazer de cuidar deste amor com todo o zelo que possamos  ter.  E quando vemos nos olhos do outro, um bilho diferente que se reflete na vontade de fazer tudo e algo mais por ele,  estamos amando com  paixão!
É nesse amor que eu  acredito. Um amor carregado de paixão,  que nos faz amar de um modo mais bonito, mais gostoso, mais intenso  e  mais completo!
E que este venha a ser, o "auto-retrato" do amor que  faz morada em mim.

                             *   *   *   *   *   *   *   *
                          *Porque amo-te com amor profundo,
                                       amo-te com paixão
                         
                                (Janete Fernandes - 22/10/07)
                 
JANET FERNANDES
Enviado por JANET FERNANDES em 22/10/2007
Reeditado em 23/10/2007
Código do texto: T705638

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
JANET FERNANDES
Fortaleza - Ceará - Brasil
393 textos (27169 leituras)
5 áudios (333 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 22:33)
JANET FERNANDES