Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Acordamos . . . Amamos.

Acordamos. . . Amamos.

Nosso primeiro olhar, nosso primeiro encontro.
Nosso conhecimento e tão simples te ver
Uma brincadeira em agonia do destino
Onde nossas almas brincam de se conhecer
E tão conhecedoras já o são.
A louca imagem de se desejar .

Tornamos elementos conhecidos e conhecedores
Pela oferta de amor paixão e loucuras
Sem sequer tomarmos conta do que acontecia
Uma bela esperança realizada
Abertura de um sentimento eterno.

Dispara o coração e altera todos os mecanismos
De sedução e de paixão
Estabelece formas e idéias.
As delicias do bem querer as palavras
Incorpora os prazeres a doce maneira da vida.

Há sentimentos que se evoluem
A medida do tempo e do espaço
Que aguardam o comando das almas
Para os delírios de nos amarmos.
Em eternidade.





ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 24/10/2007
Código do texto: T707392
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4102 textos (160061 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 01:07)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA