Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DE TANTO AMAR.

DE TANTO AMAR

É um sofrimento quase que não se nota
Mas que dói sem machucar, fere sem ferir
É desespero em loucuras
Lagrimas não contidas esperanças perdidas
Dores muitas que as vezes esquecidas.

Os sofrimentos de amor e de amar
Existem sim, e faz coração pular.
É momento que possui magia
Sedução e uma estranha sensação.

Nesta vida caminho em frente
Levando a vida de amor paixão e amante
Quero paz quero loucuras quero vida
Quero você e a ti para ti viver..

Tenho que aqui ficar, e muito mais.
Estabelecer normas e formas de estar com você.
Manter este coração aceso, mantê-lo ligado .
Conhecer ainda mais e mais amar você.

É vida é sedução, é paixão é loucura.
Viva e muito, pois amanha poderá ser tarde.



ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 26/10/2007
Reeditado em 18/08/2009
Código do texto: T710409
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4085 textos (159759 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 12:27)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA