Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEM MEDO DE SER FELIZ (50)

Que pena que a humanidade anda sem tempo,
condicionando tudo, amando pouco
e levando o mundo nas costas...
Não procura investir nos bons sentimentos,
nem observa como a natureza é sabia e protetora.

Pena que o homem esqueceu...
de que para ser irmão de tudo,
precisa ser constituído de amor em plenitude.
Que sozinho, nada conseguirá de capaz
e que a felicidade não se divide para o beneficio de alguns.

O nosso Planeta está seriamente faminto.
Tem fome de amor, de alegria, de amizade,
de compaixão, de honestidade...
e não se sabe, até quando resistirá às tentações.
Possa ser que o amanhã seja breve...
e que diante das circunstâncias,
não haja mais tempo de amar.

É preciso despertar enquanto há oportunidades.
E tudo depende de nossas escolhas.
A vida está passando nesse exato momento,
em que eu escrevo...
e no exato momento em que você lê o que eu escrevi...
O que estamos fazendo para reverter esse quadro?
Como mudar essa situação pendente?
Somos verdadeiramente humanos
ou simplesmente projetos de gente?

Lá fora, alguém solicita o nosso carinho.
Talvez uma palavra amiga, um gesto de afeto, uma atenção direcionada.
Mas há La fora alguém precisando de nós.
Lá fora... há uma alma carente, há alguém necessitando de acolhimento.
E o que faremos?
Colocamos desculpas no pensamento
ou abraçamos a nossa causa?
Sim porque lá fora, há um eu...
há um você, querendo abrigo de amizade.
Porque eu, você e o outro: Somos UM.
Não adianta fugir dessa verdade.
Pois os  papéis são invertidos e mesmo sem o nosso consentimento, a lei do retorno é precisa
e não deixa passar nada.

Nos dias de hoje, é comum abandonar a embarcação,
quando a mesma apresenta algum problema.
Quase tudo hoje em dia é descartável
e os investimentos não fazem parte
dos caminhos do coração.
Até os amigos.. abandonam as amizades
ao ver algum processo distante de suas realidades.

Mas haverá o ciclo da Luz!
E quando ele chegar, o entendimento...
far-se-á a toda criatura.
Nenhuma palavra será dita,
porque a compreensão cobrirá de sapiência cada espírito.
Não haverá ambições, nem lugares previamente marcados,
pois essas necessidades... estarão de fora.
Apenas amor em alto grau,
mesclado de bondade e ternura.
Nada mais será necessário
para que encontremos a perfeição
em toda e qualquer criatura!

Assim seja!

Um grande abraço e fiquem todos no Amor de Deus!

Fim desta C. Santos.
Akeza
Enviado por Akeza em 10/11/2007
Reeditado em 17/06/2011
Código do texto: T732210
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Akeza
Canavieiras - Bahia - Brasil, 56 anos
2380 textos (409876 leituras)
60 áudios (108238 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 13:17)
Akeza