Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhar no amanhecer

Olhar no amanhecer.

Meu olhar quase enternecido.
Como o sol deste amanhecer.
Que me parece até alternado.
Deslumbra o meu ser.

Que neste mesmo sentido.
O meu coração as vezes sofrido.
Sinto minha alma  sempre a penar
E com vontade de falar.

É muitas vezes a doce fala
Muito mais que as nossas verdades.
Que neste mundo as vezes cala
Que corrompe as vezes as adversidades.

Nas graças e nas alegrias sentidas.
Nos amores e paixões definidas
Que se vão a eternidade.
De nosso amor a liberdade.

Reconhecer que erro, faz parte de meu ser.
Corrigi-los é o meu eterno dever....




ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 24/11/2007
Código do texto: T750165
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4085 textos (159755 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 04:56)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA