Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Jamais esqueça.

Jamais esqueça.


Que você talvez não me ame mais
Até que não me queiras.
Mas pense esta ligada a mim.
Por laços do tempo e da vida.
Que fez de nós amantes.

Da natureza e dos muito mais dos prazer,
Qual juntos vimos tudo crescer.,
Na chuva que assistimos cair.
Em meias tempestades Não esquecemos.

Nunca nos esquecemos das noites frias.
De quanto me proteges com teu próprio corpo.,
Do vento sorrateiro. E dos pingos da chuva.
Sempre sorrimos. Não esqueçamos.
De que os movimentos da noite.
São confrontos da natureza que nos criou.
E com certeza assisti a isso, e nos aplaudi.
 
O amor é maior a luta mais constante.
A vida sempre mais radiante.
Mas não esqueça. Somos nós e por isto
Estamos a sorrir. Mais esta noite.


ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 26/11/2007
Código do texto: T753924
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4085 textos (159750 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 22:56)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA