Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UMA VIDA DE AMOR. - - DUETOS COM ILIA

Saudades de amar

Tudo o que no dia procuro e estou a fazer
Você vem à mente.
A cada situação eu vejo você.
Em beleza em coração.
Uma presença constante. Uma saudade.

Saudades que surge derrepente
Faz meu coração se alegrar
Sugerindo a te desejar
Um amor assim para recordar
Quero apenas matar essa saudade

Que às vezes nossas mentes
Às vezes nos trai e faz que viajamos.
Em sugestão e condições
Cria uma idéia de retorno
Que mais parece a grande verdade
Muita paixão e às vezes a saudade.

Então espero que essa paixão
Nunca acabe. Pois dela preciso
Saudades sempre irei sentir
Um amor tão grande assim
É para todo o sempre
Saudades é uma conseqüência dela
Amar é assim...
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM



Amor sem fim

Este amor que muitas vezes impressiona
Explodindo as tensões que não guardei.
A esperança da vida e de você.
Como a única perspectiva formal da existência.

                                     Um amor assim que transborda em mim
                                     Toda a fúria de uma paixão louca
                                     Às vezes amedronta de tão forte sinto
                                     Escondo-me entre as paisagens do infinito.

Em você estou sempre a esperar
Um sentimento ainda sempre maior
Pois há entendimento e a ternura
Que nasce a cada segundo junto de ti.

                                     O meu coração sente pequeno quando
                                     Não esta ao meu alcance
                                     Mas sempre serei a vida da sua vida
                                     Te amar é o que sempre farei...
Unidos nossos corações ditam.
Nossas almas acatam.
Computadores editam...
E a vocês entregamos leitores.
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM

Excita me espera que vou
Excita-me espera que vou.
Autores:
Ilia Noronha - Manaus – AM & Elio Candido de Oliveira Ibia – MG
Duetos não! Nossos corações e almas pensam e raciocinam juntos e escrevemos nossos poemas

Você que vejo neste instante e sei que me procuras
Vem toda charmosa e com todo esse jeito
De amar e de me fazer feliz.
Sinto seu corpo inflar. Sinto teu prazer.
No meu canto no meu amor...

Esse meu jeito te seduz
E por saber disso disfarço o meu desejo
Mas em meus sonhos tu me procuras
Nos meus lençóis estão empreguinados
O cheiro do amor que fizemos
As nossas loucuras de outrora

Jeito de menina criança, menina mulher.
Isto que realmente leva aos desejos
E me faz incitar você a matar todos os desejos.
Meus e teus. Lençóis voaram, mas nós!
Voar sim, mas um sobre o outro em nossos
Extremos aconchegares tesão e muito mais.
Loucuras não amor em demasia.

Vem e sacia esse desejo que provoco
Esfria esse fogo que surge entro minhas pernas
Afoga-me em seus beijos. Lábios que procuro
Nas noites que me sinto só
Mata essa vontade louca de te querer
Aguça as minhas fantasias
Se me vê como mulher, toma-me como sua mulher.

É sempre e sempre um privilégio aceitar essa provocação.
Que faz ascender o fogo do tesão.
E inteirar do fogo entre tuas pernas e esses grandes lábios molhados
Do prazer infinito. Prazer de amor.
Ficarmos sós em algumas noites incitam-nos a procura
Eu farei derreter tuas fantasias de sexo.
Eu farei que vivas estes momentos, pois assim eu jamais os esquecerei.
Você mulher! Você carinho! Você Mulher
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM



Por esta noite e nada mais.

Autores:
Ilia Noronha - Manaus – AM & Elio Candido de Oliveira Ibia – MG
Duetos não! Nossos corações e almas pensam e raciocinam juntos
e escrevemos nossos poemas

Posso ver a gente fervendo assim
Em só uma noite com você
Nossos sonhos irão se realizar
Olhares se cruzando
Minha boca desejando a sua
Minhas coxas e quadris te hipnotizam
Sei que me queres e assim irá me ter
Apenas por uma noite

Esta presença constante de nós
Nesta noite tudo se modifica.
Muito mais que sonhos fantasias realizarão.
Nossos olhos e nossa alma.
Tua boca e mais teus lábios.
É o chamativo dos meus beijos.
Pernas coxas quadris uma doce loucura
Que entre quero entremear
Nesta noite! Apenas por uma noite.

Fazer dessa noite um lugar ao amor
Sedentos serão os beijos
Ardentes serão nossos corpos
Unidos ao único desejo
Amar e eternamente amar
Quero você em mim. E eu com você
Não quero que tenha fim
Um amor eterno! Apenas por uma noite

Tornou-se além de tudo um poço de nossos desejos.
Sede de amor de abraços ternos.
Nossos corpos em delírio e em desejos.
Amamos eternamente.
Em ti estarei e nada de vestes como nascemos.
Úmidos sim, molhados mesmos de nossos sexos
Em união que não terá fim.
Amor em eternidade. Apenas por uma noite.

Mas essa noite se acaba
E com ela você se vai
Levando o meu amor e desejo
Mas em meu corpo ainda tem o seu cheiro
Ainda sinto sua presença em mim
E como tudo parece um sonho
Perco-me nos meus pensamentos
Mas a graça que os deuses concederam-me
É saber que era sua apenas por uma noite.

Não se acaba esta noite.
Ela termina e outras virão.
Teu amor e desejos saciei
E me saciei, nossos corpos se cheiram
Um e o outro. Em ti permaneço com meus gozos
E sinto teu corpo entrelaçado ao meu
Mesmo estando a distancia.
Deus nos concede aquilo que amamos.
Minutos horas uma noite é para nós eternidade
E sabemos é apenas por uma noite.
Uma bela noite de amor.

O coração dita. Para que a alma reflita.
O lápis rascunha o computador edita.
E eu ou nós publicamos... Palavras e ou
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM


EU LHE PROVOCO OH POETA....

Ilia Noronha

Meu corpo sobre o seu
Suas mãos me acariciam
Contornando meu corpo
Encorajando meus desejos libidinosos
Sentindo a minha textura

Candido de oliveira.

No inverter das posições
Eu ainda mais deixo ..
Que você me prenda..
Que aumente todos os meus e seus desejos.
Numa textura infinita.

Ilia Noronha

E teus lábios
Saboreando minha pele
Percorrendo caminhos
Decifráveis pelas minhas coxas

Candido de oliveira

Devoram você meus lábios.
Inconscientes e insaciáveis
Nos caminhos deliciosos.
E nestas coxas maravilhosas e seus componentes

Ilia Noronha

O calor do meu corpo
Mexe contigo
Sei provocá-lo, da mesma maneira
Que me tira a concentração

Candido de oliveira

Seu corpo é fogo
Que dança e baila.
Que esquenta o tesão e aumenta a pressão.
Levando-me em total descontração.

Ilia Noronha

Na cama tu me domas
Sou sua, seu desejo
Sua voz maliciosa
Transmite carinho e excitação
Teu corpo me quer, tua alma me anseia

Candido de oliveira

No nosso ninho de amor.
Eu a devoro, eu a consumo em todo.
Com todo meu sexo que lhe atravessas
Os teus desejos as tuas ondas deliciosas.

Ilia Noronha

Em movimentos mágicos
Descobrimos posições de loucura
Entramos em êxtase
Nossa respiração ofegante
Testando o nosso limite, sem limite.

Candido de oliveira

Com estes loucos movimentos
Nos inverter constantes que tu proporcionas
Há um despejar de líquidos
Que se explode de nós.;
Num ofegar num parar respiração.
Onde nossos limites se enternecem
Orgasmos totais. Te amo.


Ilia Noronha - Manaus - AM e candido de Oliveira Ibia -Mg
As amizades bem como o amor só se eternizam
quando atreladas ao coração. (Elio-Isa).
 
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM

à primeira vista

- Temos a vida... Temos os instantes...
Temos a grata satisfação de amar a primeira vista.

Quando o vi pela primeira vez
Meu coração disparou
Será que o sentimento amor foi
Germinado no meu coração
E violando todo o meu ser
Consumindo minha alma e
Deixando-me sedenta de você

Alguma coisa também senti.
Adrenalina sobe tudo palpita
Algo de sublime esta surgindo.
E explode em nós
De nós paixão não temos controle
Algo não nos consome, faz vivermos.
Mata-se não sei e nem sabemos.

Queria dar-lhe o mundo se pudesse
Mas ofereço o meu coração
Com a minha gentileza e alegria
Carinho queria proporcioná-lo
Mas enquanto não souber os seus sentimentos por mim
Ficarei te amando em silêncio...

Nada preciso quando tenho você.
Tua alma a mim pertence
O prazer de estar ao teu lado.
A satisfação de nós, de nossos corpos
Declaro-me eternamente apaixonado.
Não permaneças no silêncio. Paixão ame-me

E o amarei com toda a minha força
E não o deixarei jamais
O meu coração a te pertence
Uma vida agora nós construiremos
Passo a passo. Sem pressa
Para ao mundo declaramos esse amor
Que é só nosso. Bombom te amo!

-E nossas almas dizem... Amém...
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM

Procurando caminhos para amar

É sempre estou a procurar e quero sempre
A com a mais bela dança chegar lá.
Mas como tudo incita, e tudo se complica
Chegar lá no ponto X nem sempre é fácil.

Mas posso mostrá-lo como chega
Nas preliminares das curvas
Do meu corpo se inicia
Passando pelas labaredas do fogo
Que existe no lugar que só você sabe

Neste jogo que inicia e de mostrar-me
De curvas faço retas minhas idéias
No monumento deste corpo
Que quente fica a minha presença
E neste lugar que chamo sagrado.
Que eu procuro e com ânsia.

Mostre-me seu desejo e sua ânsia
Pois te enlouqueço só quando tu me olhas
Cada pedaço do teu corpo conheço
E dele tiro proveito. Porque nele sei
Os seus profundos segredos

São tantos os desejos e ânsias que não posso só mostrar
Eu preciso mostrar em ações.
Eu, com meus lábios, começarei de seus lábios
Com o descer e navegar por este mar de loucuras
Seu corpo.  Parar entre suas pernas.
O ponto X que me refiro e nele meus lábios beijar.
Estarei integrado a você e os meus instintos.

Os seus lábios irei sentir
 A quentura e a textura da sua língua
E o prazer que me proporciona. Leva-me ao paraíso
Quero descansar contigo depois dessa noite
E nessa cama será o nosso esconderijo
O nosso ninho. Amor me ama
E me doma em teus laços e abraços
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM

Sentimentos.

- Nós pensamos hoje, nós escrevemos hoje
incompleta está, pois a net a nós não foi
favoravel.
Autores - Ilia e  Elio Candido de Oliveira.

Eu quero ainda num dia mais tarde ..
Conseguir definir os sentimentos humanos
E sempre estamos procurando dar voltas
Não somos realmente coerentes .
Calamos quando poderíamos dizer.
Alteramos quando deveria silenciar

Mas gritamos para que nos ouçam
Amar é o único remédio que temos
Para uma possível luta
Lutar para viver
Viver perto de você

Estamos sempre sem argumentos.
Esquecemos as vezes de sermos nós.
Há e sempre deveria haver a espera.
Uma espera de amarmos.
Colocar sentimentos além da razão.

A razão sempre nos acompanha
Mas nunca a ouvimos. E por quê?
O nosso coração é nosso guia
Com ele vamos à busca do tudo e do nada
Mas às vezes sempre chegamos a algo
E desse algo queremos tudo

Estamos juntos e por isso.
Há sempre o equilibrio e sensatez
Há ainda a harmonia de sempe.
Ao fim de qualquer objetivo.
Fala o coração acompanha a razão.

E por mais que lute.
E por mais que pense
E por mais que chore
E por mais que ame
E assim meus sentimentos
A você e sempre em você.
Paixão.

Nossos corações ditam.
E imploram que nossas almas reflitam
Nossos lapis rascunham e nossos computadores editam
E o Recanto nos permite passar a vocês colegas e leitores
Abraços Ilia e Elio
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM

É possível amar

Não eu sei que este amor! Que às vezes me assusta.
Sei com certeza me completa.
Por mais que penso o contrario eu a vejo e quero você.
Buscar emoções, buscar vida.  É buscar você.

O amor que te completa, me fortalece
Saiba que o quero e amo muito
Venha ao meu encontro e não tenha medo
A única coisa que possa acontecer
É de esse amor viver

Nos estarmos em completa harmonia.
Caminhamos num mesmo espaço.
Um espaço com sentimentos eternos.
Desse amor nossa vida.
E dele a nossa paixão.

Que essa paixão se eternize
Em nossos corações. Em nossas vidas
Caminhamos juntos com a força
Que trazemos no peito
Esse é meu amor por você

Viver essa paixão é muito mais.
Mais que viver! Mais que acordar
E juntos traçarmos nosso espaço e caminho
Encostarmos-nos a nossos peitos.
E dizer ternamente.
Ainda é possível ter amor.
E eu sou o exemplo.. Te amo..
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM

Você que ainda amo.

Tornou uma coisa simples e alegre
Quando tive em você para mim
Nada quis alterar em ti, quis você.
Estável amiga e com emoção.
Sempre quis te amar...

Sempre quis que soubesse
Do carinho que sentia por você
Te amava desde de menina
E hoje o vejo. Não mudou nada
Ainda és o homem que amava

Quanto mais a amava e amo.
Seu carinho mais notei
Quando menina tua paixão me enternecia
Hoje mais que nunca a amo.
Sou grande homem, pois você a meu lado.

Amar-te é uma loucura
Tanto tempo que ficou longe
Saudades sentia, mas não dizia
Esperar-te era o que fazia
Agora não preciso mais...

Não existe loucura. Existe amor.
Longe de corpos presentes de alma
Saudades marca nossa eterna ligação.
A espera se fez necessária
Para hoje eu alem de dizer
Você eu ainda amo, E hoje somos nós.
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM

Em silencio te amei

Autores:
Ilia Noronha - Manaus – AM & Elio Candido de Oliveira Ibia – MG
Duetos não! Nossos corações e almas pensam e raciocinam juntos e escrevemos nossos poemas


Procuro muito e tento não demonstrar
Este amor que sinto por ti.
Qual sempre me deixas a pensar.
Que em distancia vejo você tão perto.

Não tenha medo de demonstrar
Eu o amo e sempre irei amar
Essa distancia é mero acaso
Pois meu coração junto de ti estas

Eu quero ter esta certeza
De que a ti eu posso dizer
Distancia representa saudades.
E coração pede vá ao encontro.
E o que farei sem duvidas.


O coração dita. Para que a alma reflita.
O lápis rascunha o computador edita.
E eu ou nós publicamos... Palavras e ou...
 
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM

AMANTES COMO NUNCA


O toque das mãos
O deslize da camisa
A suavidade do beijo
A fragilidade do sorriso
A textura da pele
A necessidade de ficarem juntos

Tuas mãos, meu desespero.
Ao passear delas
Sorri a alma. Sorri o corpo
A pele se eriça. Atiça o fogo.
Causa esquentar. Causa!!!


A respiração ofegante
O ritmo do coração
Os gemidos abafados
O descompasso da canção
Flores coloridas
Amor em despedida,


O ar é pouco.
Coração cria seu próprio tamborilar
Prazeres os abafa.
Canção torna sem ritmo.
Há flores nas nossas mentes.
Há lagrimas quando despedimos.

Mãos tremulas
Meu corpo nu ao seu
Um passeio entre as pernas
Beijos molhados
Quentes e sedentos
Fico eufórica

Teu corpo como nascestes.
O tremor deste causa espanto.
No viajar louco por entre estas pernas
Onde meus lábios viajam sem temor.
Sem pavor. E com o desejar profundo.

Arrepios me sobem
Fica mais quente
Ferve o prazer
O nosso amor entra em ebulição
Nossos corpos em contração
Dois corpos uma união.

Teus pelos sobem. Estas quente.
Prazer efervescente.
Amor em instantes.
Corpos em contração.
E corpos em fusão eterna.

Elio  Candido de Oliveira & Ilia Noronha

A nossa primeira vez


Autores - ILIA NORONHA E ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA.

Ao te ver pela primeira vez
Com este jeito simples de mulher
Que transbordava alegria
Seria algo que conquistaria e talvez
A minha felicidade.

Se te conquistei é por que me amas
Um amor que desejo há muito tempo
Você que passa por mim
E me olha com desejo
Atiça-me os libidos mais que secretos

Amar foi um passo simples
Ao encarar este rosto em perfeição.
Estes lábios carnudos.
Os belos seios proporcionais ao belo corpo.
Um par de pernas que vão além da imaginação.

Se deseja esse meu corpo ele é seu
Em seu leito quero estar
Teus lábios em meus seios
Ou em encontro com o segredo
Entre minhas pernas. Desvendar em mim seus amores

Não desejo esse corpo. Eu luto para te-lo
Em nosso leito digo estaremos.
Meus lábio percorreram seus seios.
Entrará no meio de suas pernas.
Haverá os delírios que bens conheces
E gozos se explodiram.

Ouriçada fico. Em delírios grito
Sinto a calor de tua boca
E peço que não pare nunca
Encaixamo-nos em perfeita harmonia
Quero-te mais que um dia
Para sempre sou sua

Nos delírios de lábios passo a língua
Que penetra a cavidade mais pretendida
E a vejo molhar e eu mais mais a atiço
Encaixo minha língua no máximo desta abertura
Que se contrai se feicha. Me prende.
Es minha. Esquenta ...O prazer será que eminente.

Sou tua. Nesse leito me entrego só ao seu prazer
Quero sentir você dentro de mim
Você pulsar. Ouvir seus gemidos
Suas mãos deslizando no meu corpo
Acariciando cada parte secreta da minha pele
Vem e sacia essa minha sede de te querer

Quanto prazer há neste momento.
Quanto tremes todo meu sexo
Que alojas dentro de ti.
A vejo pulsar suas entranhas.
Sinto o correr de nossos líquidos quentes
Que acaricia a nossos corpos.
Eterniza estes momentos alivia nossos prazeres

Ilia Noronha - Manaus Am
Elio candido de oliveira ibia - mg

Editamos o que nossos corações e alma
permitem pelo entrelaçamento de nossas
amizades.


Elio Candido MG e Ilia Noronha AM

AMIZADE/AUTORES
AMIZADE/AUTORES.


Eu quero chamar você.
Quero que seja minha amiga
E minha parceira, e muito mais.
A pessoa que terei a todo segundo a lembrança
Você me aceita?

Aceito com toda alegria que trago no peito
A você amigo querido quero guardar
E recordar minha lembranças
E no papel descrever nossas emoções

Com certeza estaremos blindando a  nós.
E a nossos amigos do recanto
Já nossos colegas por individual
Agora  em dupla de autores. Um fato novo.
Não haverá duetos haverá nós.

Alguma coisa chamou minha atenção.
Você é e era a pessoa destinada
A se tornar minha parceira
Deus nos dê a inspiração.
   
     Nosso lema. – Seguir nossos corações e
     Que nossas almas nos guie a editar e repeitar
     As normas do Recanto das Letras..
Elio Candido MG e Ilia Noronha AM

ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 28/11/2007
Reeditado em 29/11/2007
Código do texto: T756796
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4085 textos (159757 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 03:47)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA