Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não sei... É você

Não sei... É você.

Na escuridão, e na saudade.
No espaço e na noite.
É a paz que procuramos .
E que gera a solidão.

Nossa casa de pequena hoje enorme.
Nossos corpos juntos.
Hoje a distância e as vezes a agonia
Chama e clama.

O pensamento a mão e o coração.
Tritura nos o desejo quase louco.
Numa vontade alucinante.
Naquilo que mais quero você

Te vejo te imagino te quero.
Num corpo semi-nu ou  semi-nu
É você que espero na noite de nós dois
Caricias fantasias e tudo mais.
A alma agradece.
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Enviado por ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA em 29/11/2007
Código do texto: T758180
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (elio candido de oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4102 textos (160064 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 17:12)
ELIO CANDIDO DE OLIVEIRA