Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poeta nascido em 7 de setembro

Nasceu em 7 de setembro!!
Feriado nacional
Há parada militar e aviões a voar
Independência, ao menos à poesia,
Liberdade hei de te amar!

Toda alma de poeta é passarinho a cantar
O sol nasce e vem ver
Uma flor desabrochar
Na secura desse chão
Sob o amarelo ipê,
Mescla pétalas de poesia
Na arte do amanhecer

E mesmo o mar do Ceará
Temperando a branca areia
Hoje vem deixar na terra
O doce canto da sereia

Hoje e sempre a sua musa,
Sua estrela mais bonita,
Traga-lhe amor e poesia
Numa caixa cor de rosa
Amarrada em branca de fita

E da terra os quatro elementos
Fogo, terra, água e ar
Traga nos olhos o amor
Que a vida quer lhe ofertar

E nas alas da poesia
Eis a alma em revoada
Nos braços do manso amor
Faça sempre uma parada

E que os fogos estridentes
Possam dizer entre dentes
Das doçuras de amar
E expressar em poesia
O que não se pode ocultar!


Anabe Lopes
Enviado por Anabe Lopes em 08/09/2007
Reeditado em 02/06/2010
Código do texto: T643535
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anabe Lopes
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil, 51 anos
107 textos (12275 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 17:07)
Anabe Lopes