Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desabafo I

Encontro-me agora sentada frente de quem considero
meu único amigo.
Não...talvez esteja eu sendo injusta com alguém.

Aprendi que podemos ter amigos valiosos, mas leva
tempo para conquistá-los.
Acredito eu que tenha algum amigo realmente, mas
não consigo sentir aquilo que chamamos de:
“ Preciso desabafar com um verdadeiro amigo” “.

Lembro-me de um lugar distante em que deixei,
onde quase tudo estava construído, não sei
quanto tempo levaria ainda, mas acreditava
que faltava pouco.

Há uma semana estou com o coração amargurado, apertado...
Motivo?
Não sei e não tenho.
Ao contrario tenho tudo para ser feliz...

Acabei de chegar de um local onde me sinto bem, segura, choro, mas, um choro tranqüilo, expulsando de dentro do meu ser a mais alta  agonia ou medo.

Medo?
Sim... medo de estar sozinha, de olhar pessoas
conhecidas ao meu redor, poder deitar minha
cabeça em seu ombro e chorar sem ser
recriminada, ou ouvir a frase:
“Pare de chorar, a vida é assim mesmo”.

De onde venho e com quem converso, me faz sentir
segura neste mundo desnorteado e embaraçado.
Noto que não há necessidade de conversar,
apenas sentar perto, ficar calada.

Naturalmente um grande magnânimo, vindo
deste ser desconhecido me alivia, é como
se o ombro que eu necessitasse para chorar
estivesse ali.
Mas algo me faz emudecer...

Hoje me sinto deprimida...queria apenas
um tempo para ordenar minha mente, meu
estado de espírito.

Mesmo assim, se uma estrela cadente
passasse no céu, com toda minha tristeza
agradeceria ao "grande dono do universo"
pelos filhos sublimes e maravilhosos
que tenho e pelo marido que me deste.

Pediria a tua benção para o mundo,
rogaria um pouco mais de sua força
e suplicaria um pouco mais de sua
ajuda e entendimento nesta minha
etapa da vida.

Que todo mal que nós desejarem afaste.
E que nós mostre apenas o caminho para o bem!
Depois agradeceria humildemente, e diria-lhe
que contudo, continuarei fazendo o que me
mandaste fazer!


(texto em sentimento real)
24/07/2006

         
Cida Janes
Enviado por Cida Janes em 24/07/2006
Reeditado em 29/12/2006
Código do texto: T200962
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (" HISTÓRIAS REAIS DE MINHA VIDA ". Solicito manter meu nome no final do texto. Obrigada). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cida Janes
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil, 51 anos
89 textos (54378 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:06)
Cida Janes