Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PERDÃO AMOR

Num momento de infelicidade
Disse palavras horrorosas
Mas foi pura insanidade
Esmaguei sem razão, uma rosa

Trouxe problemas do trabalho
Prá dentro do nosso ninho
Agora sou espantalho
A apavorar passarinhos

Vago perdido na noite
Implorando o teu perdão
Cada lembrança é um açoite
Que me fere o coração

Como te tratei, amor
Juro, não se trata a alguém
Era príncipe do teu lado
Agora sou joão-ninguém

Já quis gritar sob a janela
Quando serena, dormias
O quanto minh'alma anela
Por sua doce companhia

É com papel  e com pena
Que me encoragei a suplicar-te
Vê se com amor acenas
A quem nasceu para amar-te






Nelinho
Enviado por Nelinho em 03/11/2007
Código do texto: T722196

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre o autor
Nelinho
Ipatinga - Minas Gerais - Brasil
635 textos (139896 leituras)
1 e-livros (43 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 15:09)
Nelinho