Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PERDÃO!

 
                                  PERDÃO
                                       *
 
              Fragmentos de uma vida em retalhos
                                 somados
                                 fragilizados...
         Menina sonhadora, de outrora remota
         Remonta seus castelos na mulher que afronta
                                 É  a mesma!
         O tempo não passou, os momentos passaram
                Cada um ao seu tempo, passaram...
         Imagem imaculada, montada para aplausos
         hoje imbuída nas lágrimas do que não viveu,
         momentos que não existiram, inusitada tristeza
         de uma lírica vida tocada ao som da lira
                            Teriam sido bons?
         Saber librar o certo e o errado na mesma medida
         libidinosos momentos desperdiçados, tão atiçados
         Saber sê-los falsos, por tantos avisos e  sentidos
                    Permitiria, como se não soubesse?
         Consentimento outorgado para viver os momentos
         matando a fome, e sufocando o sentimento
         este que para mim, é o verdadeiro e único alimento!
         Com certeza, passariam, como passam as tempestades,
         porém as marcas deixadas, como seriam sufocadas?
         Sonhos e utopias deixam indeléveis rastros...
         E estes tão desejados e por mim renegados momentos,
                          Te deixaram na vontade!
                              SILVANA CERVANTES



 
 
Silvana Cervantes
Enviado por Silvana Cervantes em 25/11/2007
Código do texto: T752041
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Silvana Cervantes
São Paulo - São Paulo - Brasil, 51 anos
403 textos (36689 leituras)
5 áudios (2203 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 09:41)
Silvana Cervantes