Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pela vida

Pela vida

Resisto às agruras do tempo
sem te irritar com meus prantos vãos,
com meu mais profundo sorriso de paz
a cada rosto que meus olhos virem.
Anulo um pedaço do ego
que me faz supor melhor,
e observo todos que vejo
e me torno eles, não eu.
Recosturo meus propósitos,
de modo a saírem do singular à pluralidade,
para bem estar de todos
pois este é o caminho da genuína felicidade,
que tudo encanta e dá razões de existir.
Sonho paz para a humanidade incônscia,
na qual me enquadro como ser perfeito
que aqui vim, para servir,
rodeada da herança absoluta de Deus.
Agradeço, a cada instante,
os anelos eternos que me guiam e fortalecem
e jamais recusarei ao irmão que seja,
o amor fecundo que me transborda o peito,
em mim gerado pela Misericórdia,
sem que nada fizesse por merecer.
Policio devaneios tolos
para não perder sequer uma gota
preciosa da seiva da vida.
Louvo o encantamento dos Mistérios,
para que sempre exista o que sonhar,
o que viver e o que eternizar:
a Vida.

Santos-SP-08/09/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 08/09/2006
Código do texto: T235571
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23416 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:15)
Inês Marucci