Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PARA QUE LEIAS COM O CORAÇÃO

Muito obrigada, pelo incentivo de suas palavras, quanto as minhas poesias. Aliás, devo também, mais esse caminho a você.
Gostaria muito de que soubesses que para mim, você continua a mesma pessoa de sempre. Tenho por ti, uma profunda ternura e por nada, quero me afastar da tua presença e da tua amizade.
Espero, do mais profundo da alma, que não venhas suscitar dúvidas estranhas entre os nossos caminhos, depois daquela minha atitude impulsiva. Nossas diferenças, não são perdidas no tempo, nem soltas no espaço. Mas, é o que alimenta mais e mais o nosso companheirismo e o que traduz as experiências dos nossos passos.
São tantos anos, que nos comunicamos: afeto, carinho, estima, cuidado, respeito, atenção, ternura, etc. Que não podemos deixar que simples palavras, provoquem um radicalismo centrado. Que um momento intempestivo, encerre entre distâncias e silêncios todo esse tempo de construção... E de admirações...
Frequentemente me questiono, sobre nossos interesses pessoais... Sobre o que importa menos no nosso universo e o que acrescenta valores na nossa vivência.
E o que vejo, é o um forte contato com o futuro. Um sucesso lento mais certo na nossa direção.
Portanto, se as minhas expressões, foram duras e evasivas, se rasgaram o teu peito, diante de tudo e de todos: Eis-me aqui, te pedindo PERDÃO!
Eu sei que você é sensível, gentil, altruísta, afetuoso e de um bom coração. Não tenho suspeitas sobre o teu caráter, nem sobre o que, o levou, para aquele campo de ação...
É a tua vida. E como a tua melhor amiga, eu apenas deveria te dar todo apoio...
Sim, agi de maneira relutante. Confesso que às vezes, ponho tudo a perder, com esta mania de bom-senso...
E de vanguarda, estou te pedindo, retorne e veja por outro ângulo, as minhas intenções. Eu não quis magoá-lo e se ousasse pensar... Tudo seria diferente.
Quanto ao que conversamos, não se preocupe. Eu já me esqueci de tudo. E será exatamente como você sugeriu.
Quanto a nossa amizade. Não mude nada, não me faça ficar triste...
E aonde encontrarei incentivo, para as minhas inspirações?
Não vês, que toda essa intelectualidade, tem um nome? “VOCÊ!”.
Agradeço tua compreensão, pois mesmo assim, ainda vives a me elogiar.
Porém, percebo que estais limitando as coisas...
Meu amigo, aqui tem um coração que te ama!
Que está sofrendo com tudo o que aconteceu.

Fim desta, Cristina Maria O. S. S. - Akeza.

Muito Obrigada por escolher esse humilde texto! Deus lhe proteja sempre!
 
Beijos tua, agora mais do que nunca: TUA AMIGA CRIS.
Akeza
Enviado por Akeza em 10/11/2006
Reeditado em 03/06/2013
Código do texto: T287732
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Áudio
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Akeza
Canavieiras - Bahia - Brasil, 55 anos
2367 textos (403230 leituras)
59 áudios (108005 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:46)
Akeza