Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

*INCÓGNITA*

TODOS OS DIAS...TODOS OS MEUS DIAS.
A INSENSATEZ TOMA CONTA DE MIM.
SOBREVIVI AO TERREMOTO,O QUE SERÁ QUE VEM AGORA!
ESTOU FRACO,FRACO DEMAIS.
TUDO FOI POR TERRA...
MINHA IDENTIDADE,MEUS SONHOS,MEU MUNDO.
AONDE SERÁ QUE VOU PARAR!
ME VEJO MAIS UM... VAGANDO.
ME TORTURO.
TEM MOMENTOS QUE ME ANULO,ANIQUILO.
SEM NADA;SO ME SOBROU AS VESTES;
AS MALTRAPILHAS VESTES, QUE COBRE TODA A MINHA VERGONHA:
DE NÃO TER ENFRENTADO,DE NÃO TER LUTADO.
SONHOS DESFEITOS, FEITO PÓ.
O QUE RESTA DE UM TERREMOTO,NÃO É PÓ?
VEJO ME AGORA,QUANTOS ANOS TENHO AGORA!
NÃO HÁ IDADE,QUE CONDIZ COM O QUE VIVI.
TANTOS SONHOS PARA NADA.
DIANA Lee
Enviado por DIANA Lee em 21/07/2006
Reeditado em 21/07/2006
Código do texto: T198893

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
DIANA Lee
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
213 textos (11306 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:14)
DIANA Lee