Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rompendo as algemas!

Rompi as amarras desse amor insólito
As algemas que estavam presas a esse amor
Desataram-se da mesma maneira que me prenderam a você
Hoje percebi o quanto de sonhos desperdicei
Palavras em sussurros ao léu
Não nos amamos, estávamos presos a uma fantasia
Que tirou a máscara e se fez real
O desejo do amor original
Que não pertence ao seu ser
Rompi com as cartas, rompi com as fotos
Rompi com a ilusão,
Apaguei as recordações
Rasguei a melodia que me enviou
Estou desolada e você não sabe
O mal que me causou
Adeus! Adeus!
Um novo amor me espera
Amor sem algemas
Amor sem fronteiras


Poetisa de Gaia
Enviado por Poetisa de Gaia em 28/10/2005
Reeditado em 30/10/2005
Código do texto: T64459

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Poetisa de Gaia
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (40112 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:35)
Poetisa de Gaia