Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEVOLVA

DEVOLVA

 
Devolva os sonhos que me roubou
A mocidade que me tomou
Quero de volta a vontade de viver
De sair cantando pela rua
De gritar bem alto,
Feito doida de pedra,
Estou viva, eu existo!
Devolva minha estima,
Preciso me vestir dela pra dançar
Todas as músicas que me roubou
Dos bailes que me privou!
Quero até as pedras que do caminho tirou
De volta o calor entre as entranhas
A fé no amor que movia montanhas
Quero a magia,
O brilho do meu olhar
Aquele que podia ofuscar
E até mesmo matar...
Devolva já o romantismo,
A emoção a flor da pele
Todas as lágrimas que engoli fingindo...
Os gritos que sufoquei dormindo
Quero a inocência que me tornava menina
E por fim, como último pedido,
Devolva-me a crença
De que posso viver sem tua liçença!
E o desejo de poder acreditar
Que um dia, voltarei a amar.

ESTE É DO BAÚ
 
Silvana Cervantes
Enviado por Silvana Cervantes em 03/11/2007
Código do texto: T721160
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Silvana Cervantes
São Paulo - São Paulo - Brasil, 51 anos
403 textos (36688 leituras)
5 áudios (2203 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 00:00)
Silvana Cervantes