Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Beijei alguém pensando em você...

As horas passam lentamente
Os dias passam mais lentos ainda
Desde o dia que você se foi
As noites, as manhãs...
Não são mais as mesmas
Tudo anda sem graça, sem cor
Contos os minutos para poder chegar em casa
Me trancar em meu quarto e ali ficar
Tento não fechar os olhos
Pois se isso acontece, um mar de lembranças vem a tona
Você fazia parte da minha vida e de repente...
Decidiu sumir dela
Tento não levar as mãos á cabeça
Mas é inevitável, as lágrimas simplesmente escorrem
Dor...muita dor
Mas tenho amigos
Pessoas que aparecem, sempre quando mais precisamos...
Lembra daquele paquerinha do ginásio?
Me ligou, pois sabia que eu não estava legal
Perguntou se eu gostaria de sair um pouco, ver gente, me distrair....
Não recusei!
Conversa vai, conversa vem...
Sorrisos, gargalhadas e lembranças da época de colégio!
Olhos e bocas...
Mãos...
Em meio ao clima nostalgico da conversa, ele me pediu um beijo pra relembrar os velhos tempos...
Sabia que aquele não era o melhor momento para me envolver.
Mesmo que o envolvimento se resumisse a um único beijo!
Me deixei levar...
Um beijo MÁGICO aconteceu!
Meu coração disparou
A cabeça viajou
As mãos suaram...
Por um segundo senti teu cheiro, senti teu gosto...
Senti você ali!
Quando abri os olhos, vi que aquilo não passava de uma simples ilusão que meu cérebro munido de memória e sentimento criou.
Não deu as lágrimas, que me acompanham a algum tempo, voltaram a correr...
Olhei para o moço que estava parado sem entender nada, querendo me dizer alguma coisa, não sabia o que fazer.
Levei meu dedo indicador ao seus lábios e disse: _Não é nada com você, o problema sou EU!
Levantei e sai daquele lugar que minutos atrás era agradavél, e que num piscar de olhos se tornou algo insuportável para mim.
Na volta para casa as estrelas pareciam trilhar meu caminho...
Perdida caminhava sem rumo!
Tive a sensação de estar sendo seguida...
Olhei para trás algumas vezes, só depois fui compreender...
Que você não me persegue, está dentro de mim.
O que posso fazer se não me abro para deixar você sair?
Quero me fechar e te guardar aqui pra sempre...

Termino esse texto, dizendo uma coisa...

BEIJEI ALGUÉM PENSANDO EM VOCÊ!

                   Sem mais...
Thais Campidelli de Freitas
Enviado por Thais Campidelli de Freitas em 13/03/2006
Código do texto: T122764
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Thais Campidelli de Freitas
Campinas - São Paulo - Brasil, 28 anos
32 textos (2950 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 07:58)
Thais Campidelli de Freitas