Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CASTRO ALVES 2006 - 135 ANOS


* Nadir Silveira Dias


Estou lembrando de Castro Alves e da importância que teve para o abolicionismo e para a própria República.

Viveu meteoricamente o poeta a última fase do Romantismo e no pequeno lapso de vida que teve se constitui num de seus mais significativos expoentes.

Antônio Frederico de Castro Alves nasceu em 14 de março de 1847, em Curralinho, hoje Município de Castro Alves, Bahia, e faleceu em 06.07.1871, Salvador, Bahia.

É o Patrono da Cadeira n° 7 da Academia Brasileira de Letras – ABL.

Desse modo, na data de hoje (06.07.2006) em que se completam 135 anos de seu falecimento (06.07.1871) ocorre-me lembrar a oitava das dez estrofes em décimas que compõe o poema “O Livro e a América” que já evocava a importância do livro para o bem da humanidade:

O LIVRO E A AMÉRICA

Ao Grêmio Literário

(...)

Por isso na impaciência
Desta sede de saber,
Como as aves do deserto –
As almas buscam beber...
Oh! Bendito o que semeia
Livros... livros à mão cheia...
E manda o povo pensar!
O livro caindo n’alma
É germe – que faz a palma,
É chuva – que faz o mar.

(...)

O poema foi feito em homenagem ao Grêmio Literário e integra o seu primeiro livro - Espumas Flutuantes (1870).

Para completar a sua curiosidade ou para saber mais, acesse ao saite http://www.projetomemoria.art.br/CastroAlves/index.html):

“Expira às três e meia da tarde do dia 6 de julho, no Palacete do Sodré, junto a uma janela banhada pelo sol.”


Escritor e Poeta – nadirsdias@yahoo.com.br
Nadir Silveira Dias
Enviado por Nadir Silveira Dias em 06/07/2006
Código do texto: T188581
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nadir Silveira Dias
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
1035 textos (153725 leituras)
4 e-livros (380 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:09)
Nadir Silveira Dias