Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na casa do criador

 É meu amigo Guilherme, você se foi muito rápido,nem deu tempo de nos despedirmos! Me fez lembrar William Shakespeare que dizia para deixarmos as pessoas sempre com palavras boas, pois pode não haver outra oportunidade!
 Um escorregão, mil perguntas, e se? E se você não tivesse subido em cima daquela casa? E se a caixa d'água continuasse a jorrar o líquido precioso? É, mas você foi lá ajudar o amigo! Você foi bom na sua existência, mas tentou vencer suas imperfeições, como todos nós, afinal era humano e isso é pertinente à nossa espécie!
 Puxa, Guilherme, que saudade cara! E as praias de Santa Catarina? E o time dos Santos? As baladas de Congonhal/MG, Bela Vista/MG, Pouso Alegre/MG, os filmes de Jordanésia/SP, a Fórmula 1, os carros envenenados? Dire Straits?
 É meu amigo, acho que agora você estará em toda parte, voando com o vento, nadando nos mares,nascendo com o sol, iluminando com a lua e presente no frio da madrugada. Basta me  na minha finita vida física, ter a perspicácia de perceber isso para suprir essa enorme lacuna que você deixou, indo morar na casa do criador!
 
Telêmaco Marrace de Oliveira
Enviado por Telêmaco Marrace de Oliveira em 16/09/2006
Código do texto: T241733
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Telêmaco Marrace de Oliveira
Blumenau - Santa Catarina - Brasil, 44 anos
259 textos (58275 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:11)
Telêmaco Marrace de Oliveira