Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Perdoe mãe

Hoje meu recado é para aquelas mães que choram porque tiveram seus filhos arrancados violentamente de seus braços. Sei que a dor é imensa mas não queira julgar aqueles que lhe ferem. Deixe que as leis de Deus e da sociedade o façam. Cristo disse: "Eles não sabem o que fazem". É isto, eles ainda não compreenderam a lei da vida, a lei do criador. Não deixe mãe, que sua dor se transforme em ódio porque estas vibrações chegarão até seu filho. Ele apenas está onde ainda não pode vê-lo. Pense nele como em um país distante e um dia voltará a vê-lo. Você diz que agora há vazio e carência. Seu filho se foi e ninguém pode substituí-lo. É verdade. Mas muitas outras crianças esperam por você. Esperam muitas vezes que você apenas chegue perto e dê seu abraço, seu carinho. O amor não morreu! Ele precisa ser distribuido porque esta é a única resposta. É a única força capaz de transformar a todos para melhor. É tudo que todos nós precisamos. Com isto você verá que a saudade ficará mas estará preenchida com o olhar de ternura daquele que recebeu seu afago. Daquela criança que chorava e recebeu seu consolo. Mãe, não deixe que a ida de seu filho seja em vão. Sua vida continua e a de muitas outras crianças também. Transforme toda a energia de sua dor na presença constante do amor. Seu filho, onde estiver, não precisa de suas lágrimas, nem de seu ódio, precisa da sua paz. Perdoe mãe, "perdoe setenta vezes sete". Talvez agora, no fundo do vale onde se encontra, seja difícil ver. Mas o amor lhe dará forças para subir a montanha, ver todo o vale e melhor compreender o que se passou e aquele que lhe apunhalou com a faca da tristeza. Você conseguirá ver nele o mestre que lhe ensinou a compreensão e o ato sublime do perdão. O AMOR É A ÚNICA RESPOSTA.
Sam
Enviado por Sam em 17/04/2005
Reeditado em 22/04/2005
Código do texto: T11719
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sam
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil
212 textos (20694 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:53)