Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MORTE QUE GERA VIDA (V Domingo da Quaresma)

Vivemos numa sociedade que se contradiz entre o que prega e acredita e o que faz. Fala-se muito no cuidado com a saúde, com a natureza, e isso é muito louvável. Porém, por outro lado se produz condições de morte. O uso excessivo de agrotóxicos, a poluição das indústrias, automobilística, as queimadas, o lixo que não têm um destino determinado e seguro. São formas que agridem de forma violenta a vida.
As guerras matam milhões e milhões de vidas. As doenças, a fome deixam seqüelas profundas, podendo levar a morte prematuramente.
A semente tem vida em potência mas se ela não morre a vida que há nela não poderá crescer. Jogada no seio da terra, a semente morre para que aconteça o milagre da vida. Se a semente não morre, continua sendo semente. “Se o grão de trigo que cai na terra não morre, ele continua só um grão de trigo; mas, se morre, então produz muito fruto.” (Jo 12, 24).
Estamos iniciando a última semana da Quaresma. Neste V Domingo, (cf. Jo 12, 20-33) Jesus fala aos seus discípulos do sentido da morte. Jesus sabe que o Pai poderia o libertar desse momento, porém, Ele também sabe que é preciso passar pela porte para poder trazer vida nova. Jesus é a semente de trigo, semente que colocada no seio da terra, rompe com todas as barreiras da morte e trás vida nova.
Jesus não se apega à sua vida. Entrega-se confiante ao Pai que o ressuscita. Jesus adverte que quem se apegar a sua vida vai perdê-la, mas quem doar sua vida por amor, assim como Ele mesmo fez, vai “conservá-la para a vida eterna” (Jo 12, 25). Jesus não pede que desprezemos nossa vida, Ele nos pede que façamos dela doação e serviço. É preciso cuidar e zelar pela vida, para que todos tenham vida.
Cuidar da vida implica dar moradia digna, alimento, saúde. Condições para viver dignamente. Isso exige doação de todos nós, doação feita no amor generoso e gratuito, assim como fez Jesus. Com a sua vida, Jesus busca glorificar o Pai e não a Ele. Fala do amor do Pai por todos nós. Com isso Ele nos convida a também nós, com nossa vida, glorificarmos a Deus Pai.
Quando Jesus ressuscitar, vai atrair todos(as) para Ele, para o Pai, abrindo definitivamente as portas do céu, nos convidando a entrar. Entrará quem viver aquilo que Jesus viver e pediu para nós também vivermos. As trevas foram vencidas (meditamos no IV Domingo: SOMOS FILHOS DA LUZ. Veja neste site) e o poder da vida transforma tudo. “... Eu, quando for elevado da terra, atrairei todos a mim.” (Jo 12, 32). Com estas palavras lindas encerra o Evangelho deste Domingo. Jesus atrai todos(as) para Ele com a sua vida, com a vitória da ressurreição.
Jesus aprendeu a obediência desde sedo (cf. Hb 5, 7-9), por isso faz da sua vida uma entrega ao Pai. Jesus não faz o que quer, mas o que o Pai lhe pede, por isso será glorificado para sempre junto com o Pai no Espírito Santo. Aprendamos  de Jesus a fazer de nossa vida doação, fazendo a vontade de Deus, manifestada a nós através da oração que é um diálogo consciente com Deus Pai.
Mais uma vez recebemos o convite, assim como a semente, a morrermos. Morrer para o pecado, a fim  de que, com Cristo ressuscitemos para um vida nova. Só ressuscita quem morre. Só recebe o perdão quem se converte e busca vida nova em Cristo. Entreguemo-nos na mãos de Jesus para que Ele nos conduza ao Calvário e a alegria da ressurreição, à vida eterna.

ORAÇÃO:

Jesus, que eu seja capaz de morrer para tudo aquilo que não promove a vida.
Que eu aprenda de Ti a ser obediente e a aceitar a vontade de Deus em minha vida.
Senhor!
Conceda-me o dom da paciência, humildade, fraternidade,
a fim de que eu posso aprender a fazer da minha vida um grande ofertório ao Pai e Tu possas habitar inteiramente em mim.
Ensina-me Senhor, a viver a doação ao próximo, sendo o Bom Samaritano.
Amém!

Hermes José Novakoski
Hermes José Novakoski
Enviado por Hermes José Novakoski em 31/03/2006
Código do texto: T131448
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hermes José Novakoski
Marituba - Pará - Brasil, 35 anos
477 textos (375471 leituras)
1 áudios (83 audições)
2 e-livros (440 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:23)
Hermes José Novakoski