Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TUDO É POSSÍVEL AO QUE CRER

TUDO É POSSÍVEL AO QUE CRER
“Tudo posso naquele que me fortalece”
Fp 4:13
INTRODUÇÃO
Acredito que a maneira mais fácil de começar este estudo, é definindo o que seja fé, e para isto, nada melhor do que a definição mais conhecida na Bíblia; “Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam a convicção de fatos que não se vêem”. (Hebreus 11.1). Todos nós procuramos agradar a Deus, seja por meio da oração, por meio do trabalho ministerial, da própria busca pelo Senhor e muitas outras formas, contudo, encontramos nas Escrituras, um texto que diz; “Sem fé é impossível agradar a Deus”. (Hebreus 11:6). O apóstolo Paulo parece ter condicionado as ações do homem, à fé, em um questionamento sobre o que haviam de comer ou não, no capítulo 14 de sua carta Aos Romanos, ele encerra dizendo; “Mas aquele que tem dúvidas é condenado se comer, por que o que faz não provém da fé; e tudo o que não provém de fé é pecado”, digo que ele condiciona as ações do homem, à fé, simplesmente pela expressão ‘TUDO’, saindo assim, o apóstolo, do âmbito da comida e alargando a discussão a outras áreas da vida do homem. O que nos leva a acreditar que tudo praticado sem fé constitui-se em pecado.
FÉ E A RELAÇÃO COM A PALAVRA
É bem verdade que para o servo de Deus, a fé está inteiramente ligada ao conhecimento da Palavra, pois até para ser salvo, é pelo conhecimento desta Palavra; “E assim, a fé vem pela pregação, e a pregação pela Palavra de Cristo”. Desta forma, para se crer é necessário conhecer as Escrituras, por que Nelas encontramos conhecimento para a vida eterna, e de quem mandou dizer as palavras, a saber, o próprio Deus. (Sl 9.10; Rm10: 14). Pois, sobretudo, no Brasil, muitos têm conhecimento do sacrifício de Cristo e sua história, mas, não do verdadeiro significado. Com isso, falta-lhes convicção de que os fatos acerca de Cristo são verdadeiros, desde sua morte e ressurreição até a salvação do homem. Agindo assim, continuam presos e cegos, pois as escamas só caem dos olhos, quando há o conhecimento e a aceitação pela fé (convicção) em Deus e sua palavra. Nada mais seguro do que depositarmos nossa certeza numa esperança garantida por um Deus que não pode mentir Tt 1:2.
UMA FÉ PESSOAL
Não há mérito na fé simplesmente, e sim em quem ela é depositada,ou no que, pois somos salvos não somente pela fé, e sim, em Cristo que é o autor da fé, como sendo Deus. Pois os idólatras põem sua fé sincera em seus deuses de madeira e pedra, no entanto, não alcançam a salvação, pois estão dando crédito a uma mentira. Então, podemos perceber que, o objeto de nossa fé, é fundamental. A fé direcionada a outro ‘salvador’ que não seja Cristo não produz Salvação. Pois, nossa única esperança está em Cristo, portanto devemos crer nele sem duvidar, por que o amamos mesmo sem vê-lo para salvação de nossas almas. (I Pedro 1:8-9).
A FÉ E AS OBRAS
O apóstolo Paulo, contemplando a relação entre fé e obras numa perspectiva divina, não poderia de forma alguma, admitir uma só se quer ação do homem neste processo, em termos de obras, até porque, o apóstolo fala de uma justificação pela fé, ou seja, ação de Deus direta sem que o homem pudesse produzir algo que viesse a justificá-lo diante Dele, e assim, ser salvo, Rm 4:1-12. O apóstolo fala de um processo anterior a regeneração, seria como se o apóstolo estivesse citando os requisitos para ser salvo, e declarasse, expressamente, que a prática de obras não seria um deles. Tiago, por sua vez, parece contemplar o homem já regenerado, não precisando da prática de obras para ser salvo, e sim demonstrar através de obras que realmente passou por este processo. Contemplando assim, na perspectiva humana, declara que, o comportamento do crente é julgado pela sua mudança de vida, e isto, implica em praticar boas obras, não para ser salvo, e sim, por que é salvo. Tiago 2:14-26.
A FÉ NO DEUS INVISÍVEL
Deus é assim, quer que creiamos nele sem termos idéia de como seja, a não ser pela fé, pois o ser humano tende a se apegar ao que ver, e muitas vezes não se apega ao ser, e sim, a sua imagem, e Deus não quer ser adorado pelo que pensamos dele, e sim pelo que ele é, e isto, só pode ser através da fé, e a primeira exigência é, crer que Ele existe e que é galardoador (presenteador) dos que o buscam, Rm 11:6b. Ninguém pode prosperar no caminho de Deus, se duvidar de sua axistência. Nossa fé em Jesus Cristo nos faz perseverar em meio às circunstâncias desfavoráveis, pois cremos que cristo tem poder e ouve nossas petições e nos livra das dificuldades.
NÃO HÁ LIMITES PARA A FÉ
“Crer é antes de tudo, viver no sobrenatural, foi exatamente isto que o Senhor Jesus falou a seus discípulos “se tiverdes fé e não duvidardes” ou Se a este monte disserdes: Ergue-te e lança-te no mar, tal sucederá “(Mt 21:21.). O que seria ter fé sem duvidar, certamente seria uma fé inabalável, que não oscila com a situação momentânea, pois uma fé desta forma nos leva a crer que o Senhor a tudo muda tudo transforma, então, diante disto, só temos uma saída, crer e mover o sobrenatural a ponto de Deus mudar a nossa história, por que o próprio Cristo quer que realizemos grandes obras, ou melhor, quer realizar em nós essas grandes obras. ( Jo 14:12).
CONCLUSÃO
Nossa fé deve está na esperança, e esta é Cristo, garantida por um DEUS que não pode mentir, assim, tanto em coisas futuras como presentes, devem ter como alicerce a fé, que se torna a base de tudo na vida do Cristão. E claro, devemos ter em mente que só podemos tratar com Deus se crermos que Ele existe.
Josué Barbosa
Enviado por Josué Barbosa em 29/10/2009
Código do texto: T1893453

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Texto de Pr Josué Barbosa. Recanto das Letras). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Josué Barbosa
Fortaleza - Ceará - Brasil
35 textos (8720 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/12/14 21:14)
Josué Barbosa



Rádio Poética