Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                    É preciso reconhecer Jesus como Deus 

     Quando conhecemos uma pessoa com certa profundidade o vemos nascer, crescer e acompanhamos seu desenvolvimento acreditamos ser totais conhecedores de sua vida. 

     Alguém de nosso meio que se destaca pessoalmente, profissionalmente observamos varias reações diversas de seus conhecidos. Uns passam admira-lo, outros agem com indiferença e há ainda aqueles que sentem dor de cotovelo e fica a criticá-lo. 

     Outro fato interessante que também percebemos é que, quando conhecemos alguém sabemos de suas qualidades e também de seus defeitos se torna difícil aceitar as qualidades sem impor algumas censuras. 

     Pois bem, iniciei esta mensagem para falar de algo que aconteceu com Jesus como marra o evangelista Marcos 6, 1-6. Estando Jesus em sua pátria foi recebido com indiferença pelos seus. Desta atitude até gerou a tal expressão “(Santo de casa não faz milagres)”. No final o evangelista termina dizendo; 5não pôde fazer ali milagre algum. Curou apenas alguns poucos enfermos, impondo-lhes as mãos. 

     Certamente, o motivo de sofrimento de tantas pessoas é não acreditar na divindade de Jesus. Para muitos que dizem ser cristão não o consegue vê-lo como Deus. Aquele que pode transformar a nossa vida de verdade e então, fica na periferia de Deus. 

     Quantos conhecedores da Palavra que procuram apresentar Jesus ao mundo não como Salvador; não como Redentor, mas como apenas um exemplo de homem a ser espelhado. Um homem exclusivamente humano, extirpando sua Divindade, negando e relativisando os milagres feito por Jesus relevando-o apenas numa pedagogia social? 

     Há muitos pastores minimizando sistematicamente as palavras e os feitos de Jesus, e agindo como aqueles que os conheciam dizendo as mesmas palavras em sentido figurado 3Não é ele o carpinteiro, o filho de Maria, o irmão de Tiago, de José, de Judas e de Simão? Não vivem aqui entre nós também suas irmãs?... 

     Agir desta forma minimizando a pessoa de Jesus é um ato grave e perigoso, pois caie em erros gravíssimos, um é descaracterizá-lo, reduzindo a uma pessoa exclusivamente humana, negando o evangelho de João, onde já no primeiro capitulo apresenta Jesus como o “Verbo Encanado”. Comete num mal maior que é vulgarizar nome Santo de Jesus. Ele é também Deus e devemos ter o máximo de respeito com seu nome. 

     Infelizmente vemos constantemente o nome de Jesus sendo usado indevidamente, levando muitos que ainda não estão maduros na Fé não reconhece-lo, e pior, o ver como uma pessoa comum, não percebendo a verdadeira dimensão deste homem que é HOMEM e verdadeiro DEUS. 

     Este evangelho de Marcos é um alerta a todos nós para não iludirmos com as palavras fáceis e reconhecer Jesus na nossa vida como àquele que veio para resgatar a vida, aplainar os caminhos, e assim, termos segurança em caminhar junto com ele em qualquer situação, não limitando apenas como um amigo, mas como um Deus que escuta e que está pronto a realizar a obra Dele em nós. Também para que possamos abrir nossas mentes, coração acreditando, tento respeito e sendo consciente que Jesus é Deus e não desrespeitarmos o segundo mandamento. Não usar seu Santo nome em vão,

Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 08/07/2006
Reeditado em 09/07/2006
Código do texto: T190255
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5266 textos (1218896 leituras)
5 e-livros (11751 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:37)
Ataíde Lemos

Site do Escritor