Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LIBERTAÇÃO

"ORA, O SENHOR É O ESPÍRITO, E, ONDE ESTÁ O ESPÍRITO DO SENHOR, AÍ HÁ LIBERDADE".
(2 Co. 3:17)
___________________________________________________________


Israel deverá converter-se ao Senhor, que é CRISTO. O Apóstolo Paulo acrescenta ainda uma observação. Este CRISTO não é somente uma personalidade histórica do passado, mas uma realidade viva do momento, com poder de operar em quem para Ele se volta e O segue. CRISTO está presente na igreja e no mundo como o Espírito que realiza o Novo Testamento. Voltar-se para o Senhor significa, portanto, sentir esse Espírito vivo, aceitá-lo e deixá-lo operar. Isto deverá Israel fazer, acolher CRISTO como esse Espírito. Espírito, porém, exprime: tempo novo, isto é libertação do jugo da antiga Lei. CRISTO não está só presente na lembrança assim como os antigos, que, por seus feitos, são relembrados e admirados pelos homens agradecidos.
Também não está só presente por Sua doutrina, nem tampouco por Seu exemplo, heróico e santo, de fé em DEUS e de obediência a Ele - desta forma também os grandes homens da humanidade estão presentes em nossa tradição espiritual. Não. CRISTO está presente em todo o tempo como Espírito poderoso, real e atuante e, nesse sentido, é agora a Justiça, a Vida e a Plenitude da igreja.
Por essa razão, talvez, é que o apóstolo Paulo tenha chamado CRISTO de "O ESPÍRITO", porque na realidade, o Filho de DEUS é um ser espiritual, e também por haver ressuscitado, por haver sido recebido nos lugares celestiais e por haver sido transfigurado, tendo sido dotado de um corpo espiritual, que não é um mero corpo de carne, formado de particulas atômicas, e nem é terreno. Pelo contrário, trata-se de um corpo espiritual pertencente às regiões celestes, sendo veículo apropriado da alma humana, naquelas regiões. Por essa razão é que CRISTO é chamado de espírito vivificante.
"SEMEIA-SE CORPO NATURAL, RESSUSCITA CORPO ESPIRITUAL. SE HÁ CORPO NATURAL, HÁ TAMBÉM CORPO ESPIRITUAL. POIS ASSIM ESTÁ ESCRITO: O PRIMEIRO HOMEM, ADÃO, FOI FEITO ALMA VIVENTE. O ÚLTIMO ADÃO, PORÉM, É ESPÍRITO VIVIFICANTE" ( 1 Co. 15:44-45).

"...ONDE ESTÁ O ESPÍRITO DO SENHOR, AÍ HÁ LIBERDADE..."(2 Co.3:17).

De conformidade com o contexto, essa declaração deve significar:

- A liberdade dos efeitos da morte - (2 Co. 3:7)
- A liberdade da condenação, porque isso é o que a lei proferia. (2 Co. 3:9)
- A liberdade da ignorância espiritual, porquanto isso é o que sucedia àqueles que adoravam segundo a lei, mas tinham o véu de Moisés sobre suas mentes e corações. ( 2 Co. 3: 14-15).
- A liberdade do legalismo, porquanto o apóstolo Paulo obviamente combatia seus oponentes de Corinto.

Liberdade espiritual em todos os sentidos é a verdade aqui focalizada. (Rm. 6: 15-23 e 7: 1-6). Fomos libertados do antigo mestre. Agora participamos da liberdade gloriosa dos filhos de DEUS. Os pecados que a lei nos levava a ser destruídos foram-nos perdoados; e a morte que a lei requeria foi transformada em vida eterna.
"...E CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ...SE, POIS, O FILHO VOS LIBERTAR, VERDADEIRAMENTE SEREIS LIVRES..."(Jo. 8:32, 36).
A letra pode matar e escravizar.Aqueles que verdadeiramente se convertem são libertados de tudo isso. Primeiramente, são libertados do pecado e sua degradação. Perdem hábitos escravizadores. Entram na liberdade de servidão ao pecado.
"POIS ESTA É A VONTADE DE DEUS; A VOSSA SANTIFICAÇÃO, QUE VOS ABSTENHAIS DA PROSTITUIÇÃO". ( 1 Tes. 4:3).
A liberdade cristã não pertence àquela categoria que alguns imaginam, quando dizem: "É estar ocupado demais para cair em dificuldades". Pelo contrário, trata-se de um princípio  vivo que substitui a antigos hábitos e torna os cristãos ativos no viver e no ensinar o evangelho. Nem consiste de ser livre das dificuldades, em que se envolvem as pessoas não regeneradas, conforme alguém já declarou. "As piores dificuldades encontradas por um homem, são aquelas em que ele cai quando está livre para fazer o que entende". Se o Espírito Santo está habitado em uma pessoa, esta se agrada em fazer o que é direito. Alguns cristãos chegam mesmo à obsessão de sempre agir direito, sentindo imenso desgosto diante de qualquer coisa errada. Ora, isso é uma realização divina.
"E TODOS NÓS, COM O ROSTO DESVENDADO, CONTEMPLANDO, COMO POR ESPELHO, A GLÓRIA DO SENHOR, SOMOS TRANSFORMADOS, DE GLÓRIA EM GLÓRIA, NA SUA PRÓPRIA IMAGEM, COMO PELO SENHOR, O ESPÍRITO". (2 Co. 3:18).

Como se observa, este versículo realmente oferece-nos uma definição dos mais elevados alcances da liberdade. Isso sucede quando miramos no "espelho espiritual". E ali vemos a imagem de CRISTO. Ele é o Homem ideal, e quando O contemplamos nesse espelho, desejamos ser semelhantes a Ele. Esse desejo opera a conversão, e assim tem começo a nossa transformação. O Espírito Santo é quem age, conforme aquele versículo estipula. Nesse processo, não somente somos liberados do pecado (incluindo, finalmente a própria presença do pecado), mas também vão sendo formados em nós a natureza, o poder, os atributos e a santidade do próprio Filho de DEUS. Dessa maneira, somos totalmente libertados de tudo quanto é temporal e mortal. E assim, finalmente, chegamos a participar da liberdade do ser do próprio DEUS.
"AGORA, PORÉM, LIBERTADOS DO PECADO, TRANSFORMAMOS EM SERVOS DE DEUS, TENDES O VOSSO FRUTO PARA A SANTIFICAÇÃO E, POR FIM,  A VIDA ETERNA."(Rm. 6: 22).

Fontes:
Bíblia Sagrada
Livro: N.T. Interpretado.
Wilson de Oliveira Carvalho





Wil
Enviado por Wil em 17/07/2006
Código do texto: T195669
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2616 textos (84561 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:16)
Wil