Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem tem ouvidos que ouça

Refletindo a Palavra de Deus deste domingo, percebemos que Jesus procura pedir a atenção de cada um de nós, termina dizendo, quem tem ouvidos que ouça.
Fala  sobre o Reino de Deus nos contando varias parábolas. Inicialmente sobre o joio e o trigo, logo após sobre a semente do grão de mostarda, e por fim, o fermento na massa.
É importante refletirmos que somos constituídos de virtudes e também defeitos. Vivemos num mundo onde é nos oferecido de tudo, alimentos que nos constrói, porém, também aqueles que nos destroi somos alimentados dos dois. Desta forma somos um campo onde está semeado tanto trigo como o joio. E pôr estar semeado de trigo e de joio somos construtores da paz, mas ao mesmo tempo da guerra, somos bons e maus e cabe a cada um de nós particularmente irmos dando conta de nossa verdadeira realidade, isto só pode ocorrer quando aproximamos cada vez mais da presença de Deus para que Ele vai nos moldando, e assim,  ajudando-nos a destinguir o joio e o trigo que há em nossa vida. Neste sentido o Espirito Santo que habita em nós vai direcionando para esta distinção.  Quando   vai ficando nítido o joio temos então temos a  oportunidade de arranca-los sem que destruímos o trigo em nossa vida.
Nesta parábola  cabe ficar atento ao ouvido do nosso coração e a voz do Espirito Santo.
Num outro momento somos convidados a reconhecer a Palavra de Deus e perceber  que muitas vezes se manifesta  como um grão de mostarda, um tamanho pequeno mas que transforma uma grande arvore. Deus tem sua pedagogia de trabalhar com cada um de maneira particular, em pequenos gestos somos movidos a descobrir a grandeza Dele e cada vez mais seduzidos pelas coisas do alto.
Quando deixamos de olhar para nós de maneira egoísta e procuramos olhar o mundo que nos rodeia e também abrimos à escuta de Deus, podemos concretizar Sua presença em todos os momentos, pois, Ele tem diversas maneiras de comunicar conosco. Ele comunica através das pessoas, dos acontecimentos, de circunstancias sejam elas positivas  ou negativas.
De forma simples e pequena vamos nos tornando cheios e inspiração e percebemos a grandeza de sermos discípulos de Jesus e assim, o Reino de Deus acontece em cada um de nós.
Nada pode acontecer se não somos fermento para o mundo. A Palavra de Deus tem que se concretizar, tem que transformar a realidade humana, social e espiritual  É impossível dizermos que amamos e conhecemos Deus se esta Palavra não materializa. Primeiramente, deve ser transformadora em nós para que assim possamos ser propagadores desta Palavra, promovendo a justiça, a dignidade humana o compromisso com a verdade.
O Reino de Deus está no meio de nós, agora cabe que todos possam  viver esta realidade e tomar posse desta verdade,  para que isso ocorra precisamos primeiramente separar em nós o trigo e o joio, não podemos deixar desapercebido a semente da mostarda que sempre é lançado a cada um de nós e pôr fim que tomando posse desta semente possamos ser fermento para que todos possam descobrir e viver este Reino de Deus que está implantado.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 18/07/2005
Reeditado em 18/07/2005
Código do texto: T35343
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5266 textos (1219455 leituras)
5 e-livros (11756 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:37)
Ataíde Lemos

Site do Escritor