Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aquele que não receber o reino de Deus como uma criança, não entrará nele.

   Uma criança tem a simplicidade de ser pura, de esperar sempre o bem de seja quem for; sabemos bem que uma criança não tem magua ou rancor, a única coisa que uma criança sempre irá fazer é estar pronta para receber o que lhe for dado e com alegria.
   A alegria de viver e compartilhar fazem parte do cotidiano de toda criança.
   Ainda que seja machucada ou punida ou mal tratada a criança estará ali sempre pronta com um sorriso assim que chamada, não ha um único espaço no coração de uma criança que não seja para o bem.
   
   Podemos facilmente associar a descrição de uma criança ao texto de Paulo quando descreve o Amor:
O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca falha.

   Uma criança transborda essas qualidades de forma simples onde todos podem ver e sentir isso delas, quando falamos de criança esta diretamente ligado em nossa mente essa imagem de ternura e afeição.

   Essa também é a imagem geralmente associada a Jesus.
   Cristianismo, palavra que por definição significa: A doutrina de Cristo, tem por base um  mandamento simples e completo:
   “ Amai-vos uns aos outros”

   Esse sentimento só é realmente possível se o coração do devoto estiver definido e renascido como um coração puro de alguém que espera tudo de bom assim como uma criança.
   
   É muito mais simples ao invés de simplesmente realizar o que devo realizar de bom para meu próximo, analisar seus erros e defeitos, mas para isso também Jesus deu uma resposta objetiva:
   
   Por que vês tu o cisco no olho do teu irmão, e não percebes a trave que há no teu próprio olho?

   Um coração puro como de uma criança esta apto e pronto para fazer aquilo que ela precisa fazer sem se incomodar com o que esta a sua volta, se outros fazem correto ou não, se existe erros ou não no mundo, a criança esta atenta apenas aos seus pais e em estar feliz com eles.

   Esse é o coração que temos que nos comprometer a ter se o alvo é alcançar os céus.
   Uma criança quando tem problemas com outras a primeira coisa que ela faz assim que possível é reconciliar, perdoar e esquecer. Então esta pronta a novamente seguir adiante com seus amigos, parentes e colegas.
   Isso me lembra outra frase de Jesus:

“Se fores, portanto, apresentar uma oferta sobre o altar e ali te recordares de que o teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa lá a tua oferta diante do altar, e vai primeiro reconciliar-te com o teu irmão; depois, volta para apresentar a tua oferta”

   Ter um coração puro como o de uma criança torna não apenas apto o coração mas facilita toda a vida de uma pessoa que seguirá com naturalidade todos mandamentos de Jesus.
   
   Receber o reino de D´us é atentar para sua vontade e se isso não for feito com o coração puro como o de uma criança (atento apenas a obedecer e obedecer por prazer e pela alegria de estar fazendo o que é certo) pode ter certeza, o céu não sera sua recompensa você é apenas um religioso vazio que engana a si mesmo e perde seus dias mergulhado na religiosidade.

   

   

Referencias: Mc 10.15, 1Co 13: 4-8, Dicionario Aurelio, Jo 13.34, Mat 7.4, Mat 5.23
Ricardo J Schneider
Enviado por Ricardo J Schneider em 19/06/2012
Reeditado em 14/10/2015
Código do texto: T3731954
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (rick mc.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo J Schneider
Mauá - São Paulo - Brasil
406 textos (33600 leituras)
12 áudios (629 audições)
16 e-livros (10696 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/16 02:01)
Ricardo J Schneider