Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LITURGIA DA PALAVRA 26 AGOSTO 2012

LEITURAS QUE SERÃO PROFERIDAS NO MUNDO TODO NAS CELEBRAÇÕES DAS SANTAS MISSAS NO PRÓXIMO DIA 26/08/2012
FONTE: http://www.npdbrasil.com.br/religiao/evangelho_do_dia_semana.htm#d8

21º Domingo do Tempo Comum — ANO B
(VERDE, GLÓRIA, CREIO – I SEMANA DO SALTÉRIO)
__ "Senhor, a quem iremos nós?" __

Estamos reunidos para no alimentar da palavra e do pão que o próprio Jesus nos oferece. Em momento algum, Jesus adaptou sua pregação ao gosto de seus ouvintes, nem traiu o Reino para agradá-los. Desempenhou sua missão na mais absoluta fidelidade ao Pai e a seu Reino, embora correndo o risco de escandalizar as pessoas e afastá-las de si. Por isso, sua linguagem se tornou, para muitos, dura e incompreensível. O discurso sobre o pão da vida chocou a sensibilidade de todos, levando os ouvintes de Jesus até mesmo a duvidar de sua sanidade mental. Na realidade, Jesus não aceitava ser seguido por quem não quisesse acolher sua mensagem, sem restrições. Por isso, a resposta de Pedro sintetizará a atitude do verdadeiro discípulo do Reino. Só Jesus merece ser seguido, por ter palavras de vida eterna, embora duras de serem assimiladas. Celebremos, hoje, em sintonia com todos os nossos leigos, de forma especial com todos os nossos catequistas, agradecendo ao Pai a dedicação deles no serviço da evangelização

INTRODUÇÃO DAS LEITURAS: As leituras de hoje encerram a reflexão sobre o tema da Eucaristia, interrompido domingo passado com a festa da Assunção. Depois que Jesus insistiu que se deve comer seu Corpo e beber seu Sangue, muitos discípulos se afastaram dele porque não acreditavam e diziam: "Esta palavra é dura. Quem consegue escutá-la?" E Jesus se volta para os doze e pergunta: "Vocês também querem ir embora?" Temos então uma escolha para fazer: ou ficamos com o Senhor, assumindo as conseqüências dessa escolha, que são vida de Deus, força de Cristo e também sacrifício, perdão, misericórdia; ou vamos atrás dos outros deuses, como nos diz a primeira leitura, e que são prazeres, orgulho, egoísmo. Devemos responder como São Pedro: "A quem iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna". É a Eucaristia o ponto de união ou divisão. Ou ficamos com o Senhor, comendo sua carne e bebendo o seu sangue, ou vamos por outros caminhos. Não há meio termo. Hoje, no mês vocacional, celebramos o dia do leigo. É aquele que consagra sua vida a serviço do evangelho, pregando em todos os lugares, com o exemplo e a palavra, a mensagem de Jesus. Como político, dentista, operário, professor, ele é a voz e a mão de Deus. De modo todo particular, rezemos pelos nossos catequistas que trabalham diretamente na evangelização..

Primeira Leitura (Josué 24,1-2.15-18)

Leitura do livro de Josué.

1   Josué convocou a Siquém todas as tribos de Israel, seus
     anciãos, seus chefes, seus juízes e seus oficiais.
     Eles apresentaram-se diante de Deus, (2)e Josué disse a todo
     o povo: "Eis o que diz o Senhor, Deus de Israel: outrora,
     vossos ancestrais, Taré, pai de Abraão e de Nacor, habitavam
     além do rio e serviam a deuses estrangeiros.
15  Porém se vos desagrada servir o Senhor, escolhei hoje a
     quem quereis servir: se aos deuses, a quem serviram os vossos
     pais além do rio, se aos deuses dos amorreus, em cuja
     terra habitais. Porque, quanto a mim, eu e minha casa
     serviremos o Senhor".
16  O povo respondeu: "Longe de nós abandonarmos o Senhor
     para servir outros deuses.
17  O Senhor é o nosso Deus, ele que nos tirou, a nós e a nossos
     pais, da terra do Egito, da casa da servidão; e que operou à
     nossa vista maravilhosos prodígios e guardou-nos ao longo de
     todo o caminho que percorremos, entre todos os povos pelos
     quais passamos.
18  O Senhor expulsou diante de nós todas essas nações, assim
     como os amorreus que habitam na terra. Nós também,
     nós serviremos o Senhor, porque ele é o nosso Deus".
         - Palavra do Senhor.
                          - Graças a Deus.
           
Salmo responsorial 33/34

Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo,
seu louvor estará sempre em minha boca.
Minha alma se gloria no Senhor;
que ouçam os humildes e se alegrem!

O Senhor pousa seus olhos sobre os justos,
e seu ouvido está atento ao seu chamado;
mas ele volta a sua face contra os maus,
para da terra pagar sua lembrança.

Clamam os justos e o Senhor bondoso escuta
e de todas as angústias os liberta.
Do coração atribulado ele está perto
e conforta os de espírito abatido.

Muitos males se abatem sobre os justos,
mas o Senhor de todos eles os liberta.
Mesmo os seus ossos ele os guarda e os protege,
e nenhum deles haverá de se quebrar.

A malícia do iníquo leva à morte,
e quem odeia o justo é castigado.
Mas o Senhor liberta a vida dos seus servos,
e castigado não será quem nele espera.

Segunda Leitura (Efésios 5,21-32)

Leitura da carta de são Paulo aos Efésios.

21  Sujeitai-vos uns aos outros no temor de Cristo.
22  As mulheres sejam submissas a seus maridos, como
     ao Senhor, (23) pois o marido é o chefe da mulher, como Cristo
     é o chefe da Igreja, seu corpo, da qual ele é o Salvador.
24  Ora, assim como a Igreja é submissa a Cristo, assim também
     o sejam em tudo as mulheres a seus maridos.
25  Maridos, amai as vossas mulheres, como Cristo amou a
     Igreja e se entregou por ela, (26)para santificá-la,
     purificando-a pela água do batismo com a
     palavra, (27)para apresentá-la a si mesmo toda gloriosa,
     sem mácula, sem ruga, sem qualquer outro defeito semelhante,
     mas santa e irrepreensível.
28  Assim os maridos devem amar as suas mulheres, como a seu
     próprio corpo. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.
29  Certamente, ninguém jamais aborreceu a sua própria
     carne; ao contrário, cada qual a alimenta e a trata, como
     Cristo faz à sua Igreja (30)porque somos membros
     de seu corpo.
31  Por isso, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher,
     e os dois constituirão uma só carne.
                       - Palavra do Senhor.
                                  - Graças a Deus.


EVANGELHO (João 6,60-69)

— O Senhor esteja convosco.
          — Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João.
          — Glória a vós, Senhor.

     Naquele tempo,  (60) muitos dos discípulos de Jesus,
     ouvindo-o, disseram: "Isto é muito duro!
     Quem o pode admitir?"
61  Sabendo Jesus que os discípulos murmuravam por isso,
     perguntou-lhes: "Isso vos escandaliza?
62  Que será, quando virdes subir o Filho do Homem para
     onde ele estava antes?
63  O espírito é que vivifica, a carne de nada serve. As palavras
     que vos tenho dito são espírito e vida.
64  Mas há alguns entre vós que não crêem". Pois desde
     o princípio Jesus sabia quais eram os que não criam e
     quem o havia de trair.
65  Ele prosseguiu: "Por isso vos disse: Ninguém pode vir a mim,
     se por meu Pai não lho for concedido".
66  Desde então, muitos dos seus discípulos se retiraram
     e já não andavam com ele.
67  Então Jesus perguntou aos Doze: "Quereis vós também
     retirar-vos?"
68  Respondeu-lhe Simão Pedro: "Senhor, a quem iríamos nós?
     Tu tens as palavras da vida eterna.
69  E nós cremos e sabemos que tu és o Santo de Deus!"

             - Palavra da Salvação.
                     - Glória a Vós, Senhor!

COMENTÁRIOS DO  EVANGELHO

Mais uma vez estamos juntos para meditar a Palavra de Deus. O tema do evangelho de hoje é a Eucaristia. Jesus vai direto ao assunto e, sem rodeios, manda comer da sua Carne e beber do seu Sangue.

Não era fácil de entender e, muito menos de aceitar, as coisas que Jesus dizia. As multidões acham muito duras suas palavras e por isso, afastam-se dele. Alguns dos seus discípulos, mesmo aqueles próximos que caminhavam com Jesus, também o abandonaram por causa da dureza de suas palavras.

Mesmo com o afastamento dessas pessoas, Jesus não voltou atrás, nem amenizou suas palavras. Era preciso fazê-los entender essa nova linguagem. Era fundamental fazer o cristão entender que, Vida Plena e abundante são sinônimos de carne e sangue.

Coloque-se no lugar dos discípulos ou daquela multidão que ouviu tudo isso de alguém que recentemente haviam conhecido. Mal conheciam Jesus. Como não duvidar se, ainda hoje, com dois mil anos de convivência com Jesus, pouco nos preocupamos em segui-lo e não levamos a sério seus ensinamentos.

Em nosso dia-a-dia, também nos afastamos de Jesus, por causa da dureza de suas palavras. Ele fala firme e manda fazer coisas que parecem impossíveis. Não é fácil aceitar que palavras possam ser espírito e vida. Não é fácil conviver com alguém que manda amar os inimigos.

Ficamos confusos porque tentamos entender os mandamentos e o comportamento de Jesus, através do cérebro. Nossa cabeça é muito pequenininha, não cabe lá dentro algo tão grande. Só o coração pode entender e aceitar as imposições para seguir Jesus.

O seguimento de Jesus impõe condições rigorosas. Impõe solidariedade e serviço aos pobres e marginalizados. Impõe dedicação e aproximação junto aos sofredores e excluídos da sociedade. Não existe uma forma de aceitar Jesus, sem colocar em prática seus ensinamentos.

A todo instante somos questionados por Jesus, através desta mesma pergunta: "Vocês também querem ir embora?" O que vamos responder? Se procurarmos a definição através do cérebro; se deixarmos a resposta por conta da cabeça, certamente nos afastaremos do Mestre.

Só o coração é capaz de nos aproximar do Mestre. O coração nos leva até Jesus através do pai de família desempregado, dos menores sujos, dependentes e famintos que perambulam pelas ruas das nossas imensas e ricas metrópoles. Só o coração tem sensibilidade para entender que somos capazes de construir um mundo melhor, mais justo e fraterno.

Pedro, homem rude e, até mesmo covarde em determinados momentos, abriu o peito e deixou seu coração falar: "A quem iremos, Senhor? Só tu tens palavras de vida eterna. Nós cremos e sabemos que tu és o Santo de Deus".

E nós? Será que temos coragem para fazer essa afirmação? Vamos então abrir o coração e pedir ao Pai a graça e a força para darmos a Jesus esta resposta: Creio Senhor no seu Corpo, verdadeira comida e no seu Sangue, verdadeira bebida.

 Jorge.lorente@miliciadaimaculada.org.br    -  26 /agosto/2012

http://www.npdbrasil.com.br/religiao/evangelho_do_dia_semana.htm#d8 Jorge.lorente@miliciadaimaculada.org.br
Enviado por Antônio Oliveira em 20/08/2012
Reeditado em 20/08/2012
Código do texto: T3839293
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antônio Oliveira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 69 anos
601 textos (539092 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/10/14 00:46)
Antônio Oliveira



Rádio Poética