Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Jesus verdadeiro Deus e verdadeiro Homem

Jesus é homem? ou é Deus! Esta é uma pergunta que se conseguirmos compreender e encontrarmos resposta aceitaremos de maneira mais plena os Mistérios de Deus nos ajudando a viver nossa espiritualidade.
 
No evangelho de São João Cap. 1, 14, diz: “E a Palavra se fez homem e habitou entre nós”. Quem é a palavra que fez homem, segundo João? É Jesus. Então podemos deduzir que Jesus é verdadeiro Deus. Porem ficamos numa indagação, Jesus era homem? Como sendo Deus, poderia ser homem? Jesus era homem, os evangelistas narram seu nascimento, suas vida publica e dentro destes acontecimentos percebemos em Jesus sua condição humana, uma delas é o sentimento humano. Jesus chora, Jesus tem fome, frio, se irrita, Jesus sente dor, ou seja, sentimentos e reações humanas. Então, podemos dizer que Jesus era verdadeiro homem.
 
Quando não conseguimos chegar neste entendimento, corremos o risco de humaniza-lo tirando sua condição Divida a tal ponto de negar sua divindade, questionando todas suas ações realizadas como os milagres, as suas afirmações de Filho do Homem, por outro lado, quando negamos sua humanidade, caímos no risco de imaginar que todo o sofrimento, toda a trajetória de Jesus quanto sua humanidade foi uma farsa, isto é, todo sofrimento na cruz, toda a agonia foi simplesmente um teatro, enfim, negamos sua paixão.
 
Por isso devemos estar atentos ao que nos é repassado e temos que ouvir o que a igreja nos propõe e nos diz. A Palavra de Deus é complexa e sem um conhecimento profundo teológico podemos ser induzidos a vários erros de interpretações bíblicas.
 
Em muitos momentos somos questionados sobre Maria e fica uma pergunta. Maria é mãe de Deus ou de Jesus enquanto homem? Acredito que se aceitarmos que Jesus é Homem e também é Deus a resposta quanto Maria ser ou não mãe de Deus está também respondida. Vamos refletir novamente a Bíblia em Lucas (1,40–45) “Entrou na casa de Zacarias e saudou Isabel. Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança agitou no seu ventre, e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. Com um grande grito exclamou: Você é bendita entre as mulheres, e é bendito o fruto entre teu ventre! Como posso merecer que a mãe do meu Senhor venha me visitar? Logo que a sua saudação chegou aos meus ouvidos a criança saltou de alegria no meu ventre. Bem aventurada...” Isabél diz claramente " meu Senhor" , portanto, a saudação de Isabel deixa claro que o menino o qual estava em seu ventre é Deus, sendo assim, não há como questionar Maria não ser mãe de Deus, está claro nesta narrativa evangélica.
 
Mesmo sendo mãe de Deus Maria é criatura, pois foi criada por Deus, mas com o mistério da Encanação, Maria passa também a condição de mãe de Deus, pois Jesus também é Deus e esta condição de Mãe não é pelos seus méritos, mas pela graça.
 
É importante dizer que Maria sendo mãe de Deus, não se eleva a Santíssima Trindade, mas torna-se a primeira discípula de Jesus. Maria, não assume uma condição de Deus, mas sim de serva, ela mesmo reconhece esta realidade quando em muitos momentos diminui-se para que Jesus apareça.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 13/10/2005
Reeditado em 17/03/2013
Código do texto: T59375
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5266 textos (1219140 leituras)
5 e-livros (11756 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:29)
Ataíde Lemos

Site do Escritor